uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Fábio Coelho venceu ao sprint em Benavente

Fábio Coelho venceu ao sprint em Benavente

Primeira corrida de juniores da época foi dominada pelos Rapiocantes Ribeirenses

Fábio Coelho, da equipa Os Rapiocantes Ribeirenses, venceu ao sprint o 17.º Troféu César Luís, prova de abertura da Zona B – Associações de Santarém, Lisboa, Setúbal, Beira Interior, Algarve e Ilhas – que se disputou em Benavente na manhã de domingo. Uma prova que contou 65 ciclistas em representação de dez equipas.

Edição de 09.03.2005 | Desporto
A primeira prova da Zona B da época de juniores com partida e chegada em Benavente - o 17.º Troféu César Luís - nome do único ciclista daquele concelho a ganhar uma Volta a Portugal em Bicicleta na década de 50, teve a vitória dos ribatejanos Os Rapiocantes Ribeirenses. A formação da Ribeira de São João, concelho de Rio Maior, dominou o final da corrida, garantindo os dois primeiros lugares do pódio, com Fábio Coelho a impor-se no sprint ao colega de equipa, Filipe Gomes, e ao ciclista do ACD Milhardo, Davide Batalha. O vencedor completou os 111,9 quilómetros do percurso em 3:12:44 horas, o mesmo tempo dos seis primeiros, fruto de uma boa ponta final na longa recta da avenida António Calheiro Lopes, onde estava a linha de chegada e algumas dezenas de espectadores.A corrida foi realizada numa toada morna, de início de época, com os ciclistas numa velocidade média que não ultrapassou os 35 quilómetros/hora. Após a partida de Benavente, a primeira meta volante na Barrosa, foi ganha por André Pedro (Lousa), enquanto Rafael Silva (Os Rapiocantes) passou em primeiro lugar em Santo Estêvão.Samora Correia foi a terceira meta volante do dia que Davide Batalha venceu, ao passo que, por volta do meio-dia, já em Benavente, Carlos Baltazar (Lousa) cruzava a meta para conquistar a quarta meta volante da corrida.Uma prova quase sempre disputada em pelotão e em que as muitas escaramuças e tentativas de fuga não foram mais longe que 15 segundos. À segunda passagem pela Barrosa, na quinta meta volante da corrida, Davide Batalha voltou a impor-se ao sprint, enquanto no último ponto quente antes da meta (Foros da Charneca), foi Filipe Gomes, de Os Rapiocantes, a conquistar mais alguns euros.Dos 65 corredores que alinharam à partida, nem todos conseguiram chegar à meta devido a problemas físicos e a quedas que, sem serem graves, impediram que 13 ciclistas concluíssem a prova. Os ciclistas chegaram em pelotão compacto a Benavente e quem fizesse melhor a apertada curva para a avenida António Calheiro Lopes, estaria em boas condições para vencer.Foi o que aconteceu com a equipa da Ribeira de São João que se apresentou com dois ciclistas na cabeça de corrida. Nos cerca de 300 metros em recta, Fábio Coelho impôs-se por centímetros ao colega de equipa, Filipe Gomes. Em terceiro chegava Davide Batalha.Destaque ainda para o quarto lugar dos ribeirenses, por Diogo Nunes, e um meritório sexto posto do ciclista do Clube de Ciclismo José Maria Nicolau, João Gonçalves.No final da corrida e depois de saudado por todos os elementos de Os Rapiocantes, Fábio Coelho não escondia a sua satisfação pela vitória na primeira corrida da época. “Foi uma corrida difícil porque o vento estava forte mas o sprint é a minha especialidade e consegui vencer. Já perto da meta um colega meu puxou na cabeça de corrida, depois outro que o revezou e eu seguia na roda dele até sprintar nos metros finais”, explicou o jovem ciclista de 16 anos, que também estuda.O ciclismo na categoria de juniores já não é a brincar e Fábio Coelho confessa que gostava de chegar a ciclista profissional. Em termos de equipa, referiu que “o objectivo passa sempre por fazer o melhor possível e tentar vencer”. Foi o que sucedeu em Benavente em que os Rapiocantes Ribeirenses ficaram em primeiro lugar, seguidos do ACD Milharado, de Mafra, e do GD Lousa.
Fábio Coelho venceu ao sprint em Benavente

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...