uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Paulo Almeida é o novo presidente do União de Almeirim

Nova direcção vai fazer auditoria para saber o valor exacto das dívidas

Paulo Almeida é o novo presidente do União de Almeirim. A eleição decorreu no dia 1 de Março e a nova direcção já estabeleceu como objectivo primordial sanear financeiramente o clube. A primeira medida é fazer uma auditoria para saber o valor exacto das dívidas.

Edição de 09.03.2005 | Desporto
Promover uma auditoria externa a toda a vida do clube, vai ser uma das prioridades da nova direcção do União Futebol Clube de Almeirim, eleita no dia 1 de Março. A decisão foi tomada numa reunião entre a nova direcção, presidida por Paulo Almeida, e a mesa da Assembleia-Geral, presidida por Sousa Gomes, e tem como objectivo, saber o valor exacto das dívidas e do património do clube.“A decisão de pedir uma auditoria à vida do clube não tem como objectivo colocar em causa o trabalho desempenhado pelas direcções anteriores. Apenas queremos saber concretamente qual é o montante das dívidas, que todos os dias aumentam, e qual é o património do clube, para sabermos para onde devemos orientar o nosso trabalho”, explicou o novo presidente ao nosso jornal.Garantindo que a direcção agora eleita quer romper com o passado recente do clube, sem que com isso coloque em causa o trabalho desenvolvido pelas anteriores direcções, Paulo Almeida reconhece as dificuldades que ele e os dirigentes que o acompanham vão ter pela frente para dirigir o barco que estava quase no fundo.“Temos um projecto quase pronto para apresentar aos sócios e aos patrocinadores. Queremos trabalhar com vontade, honestidade e transparência, para que confiem em nós, e assim trazermos mais almeirinenses para o nosso seio”, referiu Paulo Almeida.O dirigente e os seus pares decidiram avançar para o comando do União de Almeirim, numa altura em que o clube corria o risco de desaparecer. Por isso esperam que os sócios e adeptos reconheçam esta decisão e se decidam a ajudar o clube. “Que pela sua história merece o reconhecimento de todos os almeirinenses”, acrescentou o novo presidente.O trabalho da direcção vai ser o mais transparente possível. Segundo Paulo Almeida, não vai ser possível “o diz-se, diz-se”. Sempre que houver algo de novo, a comunicação social será informada para que transmita para o exterior essa informação. “Não permitirei o leva e traga. Tudo terá que ser feito com o máximo de confiança e transparência”, garantiu.Incentivar os sócios actuais e captar novos associados é um dos principais objectivos da nova direcção, que para isso já conseguiu algumas benesses para uns e outros. “Vamos ter à disposição dos sócios um cartão que lhes vai permitir descontos nos postos de combustíveis da CEPSA, descontos de vinte e cinco por cento na compra de tintas CAR, entre outros, sendo necessário para isso que tenham as cotas em dia”, adiantou.A actual direcção está interessada sobretudo em desenvolver um projecto a médio prazo, que volte a colocar o União de Almeirim no lugar que ele merece. “Mas a primeira prioridade é fazer o saneamento financeiro do clube. Não queremos acabar com nenhuma modalidade, queremos continuar com o futebol sénior e desenvolver ainda mais o futebol jovem. Mas par isso tudo é necessário que os sócios nos dêem tempo, e pelo menos o benefício da dúvida”, pediu Paulo Almeida. Garantindo que a sua direcção não é formada por um grupo de irresponsáveis, Paulo Almeida referiu que as situações de penhoras e prestações que estão a colocar em perigo a existência do clube vão ser ficar completamente resolvidas durante esta semana.A remodelação da sede e do bar, de forma a trazer atractivos para os sócios e amigos, é outra das prioridades, porque daí podem sair verbas importantes para ajudar a resolver os problemas financeiros.Quanto ao futebol sénior, Paulo Almeida garantiu que já reuniu com o plantel e pediu-lhes para continuarem a lutar pela permanência. Mas se isso não for possível nem o clube nem o futebol sénior morrerão. “Vamos tentar pagar alguns dos subsídios em atraso. Infelizmente não lhes pude prometer que ia pagar tudo no imediato, mas vamos lutar para pagar a maior parte”.A acompanhar Paulo Almeida nesta “aventura” de tentar salvar o União de Almeirim, estão os vice-presidentes Faustino Ferreira, Norberto Silva e António Miguel Fragoso. Os tesoureiros são João António Aniceto e Filipe Manuel Figueiredo. O secretário, Manuel José Nunes. Eliseu Simões, Vítor Manuel Fernandes, António Rodrigues, António José Sampaio, Duarte Ferreira, Carlos Ribeiro, António Manuel Freilão, Rui Manuel Galão Sampaio, Rui Manuel Frois, Sérgio Sequeira Franco, João Manuel Pinto e José Joaquim Roque Nunes foram eleitos vogais.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...