uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Mais um passo para o comércio electrónico

Nersant desenvolve projecto-piloto para motivar empresas da região
Edição de 09.03.2005 | Economia
Seis empresas do distrito de Santarém participam, a partir de Abril, num projecto- piloto na área do comércio electrónico, anunciou a Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant).Inserido no programa Ribatejo Digital, o projecto conta já com a adesão de duas empresas de Santarém (equipamentos informáticos e material electrónico), uma da Golegã (vestuário de caça), outra de Torres Novas (serigrafia, tampografia e publicidade) e outra de Almeirim (mobiliário para escritório, papelaria e bibliotecas).A Nersant é a entidade promotora, fazendo a ponte entre as empresas aderentes e as que irão prestar o serviço, neste caso a Iwaytrade e a Ciberguia, “ambas com larga experiência nesta área”, sublinha uma nota da associação empresarial.Após a implementação das plataformas de comércio electrónico nas empresas, o serviço estará disponível gratuitamente pelo período de um ano.No final desse período, as empresas avaliarão o retorno alcançado com o projecto, podendo então acordar com os fornecedores do serviço os valores mais adequados, salienta a Nersant.Segundo fonte da Nersant, o projecto visa dar um passo em frente no âmbito do comércio electrónico na região, uma vez que as empresas do distrito presentes na Internet limitam o uso desta via às encomendas, receando avançar para o pagamento on-line.Ainda no âmbito nas novas tecnologias, a Nersant criou o NERSolutions para as empresas da região que querem estar presentes na Internet.O NERSolutions, que permite a criação de sites, caixas de correio electrónico, alojamento, registo de domínio, publicidade on-line, reformulação de páginas, “promete revolucionar o panorama regional de novas tecnologias de informação”, afirma a Nersant.O serviço disponibiliza três pacotes de soluções pré-definidos, mas também pode responder a soluções individuais, à medida de cada negócio, acrescenta uma nota da associação empresarial.Os preços vão dos 300 aos 750 euros, válidos para dois anos de serviço, sendo os custos no caso das soluções individuais indicados com base num orçamento.Lusa

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...