uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

O mundo das lojas de desconto

Campera Outlet Shopping, no Carregado, atrai clientes de todo o país
Edição de 16.03.2005 | Economia
Quem entra no Campera, o primeiro outlet shopping criado em Portugal há quase cinco anos, tem a sensação de visitar uma típica vila portuguesa. Há casais de namorados sentados nos bancos de jardim, junto às árvores, e crianças que brincam perto das fontes. As pessoas passeiam-se pelas praças carregadas de sacos de compras das marcas mais conhecidas do mercado.Todos os dias, das 10h00 às 22h00, a pequena “vila” é visitada por centenas de clientes. Vêm de todo o país para aproveitar os descontos permanentes das marcas mais conceituadas a nível nacional e internacional que variam entre os 30 e os 70 por cento. As etiquetas mencionam normalmente o preço “normal” e preço Outlet e os artigos são sujeitos a controle de modo a garantir a qualidade e imagem da marca.O Campera abriu as portas em Setembro de 2000 e trouxe para Portugal um conceito comercial inovador que tem atraído milhares de adeptos. Actualmente existem já três espaços semelhantes em Portugal. “É uma forma de escoar excesso de material, encomendas canceladas, colecções anteriores e artigos com pequenos defeitos, que estão devidamente identificados”, explica a gestora de projecto do Campera, Telma Oliveira.As 120 lojas à disposição do consumidor abrangem um vasto leque de áreas. Desde o vestuário, calçado, passando pelos acessórios e decoração. No recinto do Campera encontra-se ainda cabeleireiro, óptica, alfaiate, lojas de telecomunicações, fotografia, perfumaria, loja de animais e informática. Quem vai às compras ao Campera tem também à disposição vários lugares de estacionamento e uma lista variada de estabelecimentos de restauração. Desde o ano passado que existe um kartodromo e o Camperinha, um espaço onde os pais podem deixar os mais pequenos enquanto fazem as suas compras.Por mês o Campera chega a receber 220 mil visitantes. Ao fim de semana o recinto enche. Mas mesmo durante a semana há quem procure o espaço, sobretudo à hora do almoço.Os clientes entram nas lojas, procuram e experimentam. Às vezes saem com autênticos achados. Suzete Porem, 50 anos, é uma cliente fiel. Da última vez que veio às compras levou por 17 euros um casaco de uma marca internacional que custava 125. “O segredo é saber o preço na loja normal e fazer a comparação. Às vezes compensa”, garante a cliente de Alenquer. Hoje veio só para tomar café e desfrutar do espaço, mas normalmente nunca sai do Campera de mãos a abanar.Foi isso que aconteceu a Ricardo Narciso, 37 anos, que acaba de comprar umas sapatilhas. A loja de roupa desportiva de uma marca internacional é normalmente o seu destino. O cliente residente em Manique do Intendente, no concelho vizinho de Azambuja, aproveitou uma ida à oficina para visitar o Campera. Mas o complexo tem já clientes fidelizados que fazem uma viagem longa atrás dos descontos.Bernardete Oliveira, 65 anos, residente em Torres Vedras, transforma a compra do vestuário num passeio em família. Foi no Carregado que fez as suas compras de Natal e é lá que vai regularmente para reforçar o guarda-roupa da família. Os preços são aliciantes e compensam a viagem. “Gasto cerca de metade do que gastaria nas lojas normais”, ilustra.O Outlet fica estrategicamente localizado na saída do Carregado da auto-estrada do Norte (A1). A 60 minutos do Campera estão mais de 3,5 milhões de potenciais clientes. O Campera, que atrai milhares de clientes aos 25 mil metros quadrados de área comercial e de lazer, quer continuar a conquistar mais marcas para o espaço, novos segmentos, meios lúdicos e pretende também continuar a criar massa crítica em geral.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...