uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Exigências da ANACOM podem originar grandes custos na construção civil

Futuro das infra-estruturas de telecomunicações em edifícios discutido no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém

A Ribatel organizou, no passado dia 15, uma acção de esclarecimento no âmbito do novo regulamento das Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios (ITED), com a participação da ANACOM.

Edição de 23.03.2005 | Economia
A ANACOM (Autoridade Nacional das Comunicações) tem vindo a organizar seminários sobre o tema ITED (Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios), em vários pontos do país. Como Santarém não foi inicialmente contemplada com um desses seminários, a Ribatel tratou de promover a realização de um, que permitisse esclarecer os técnicos e todos os intervenientes neste novo processo, que irá ser da extrema importância para a actividade da construção civil em Portugal e das comunicações. Assim, no passado dia 15 de Março, pelas 09h00, no Teatro Sá da Bandeira em Santarém realizou-se o Seminário ITED, destinado a Projectistas, Instaladores, Entidades Certificadoras, Empresas de Construção, responsáveis das Câmaras Municipais do distrito e publico em geral.A 1ª Parte foi preenchida com a apresentação da ANACOM em que foi abordado o regime ITED e sua fiscalização bem como o Manual e Procedimentos. A 2ª parte foi preenchida com a apresentação da Ribatel enquanto Entidade Certificadora ITED. Seguiu-se um espaço de debate, em que a assistência se mostrou muito participativa.Anacom intransigente com construtoresOs novos projectos entrados nas câmaras municipais a partir de 1 de Janeiro de 2005, têm que obedecer a requisitos totalmente diferentes dos até aquela data adoptados, não estando a grande maioria dos projectistas preparados tecnicamente para aquelas alterações.Ora, o que a ANACOM diz é que se forem identificados erros aquando da vistoria dos edifícios, estes não poderão ser licenciados para utilização, sem as devidas correcções, o que pode levar os construtores a terem que demolir uma boa parte da construção para refazer toda a instalação de telecomunicações.Como as instalações são feitas de acordo com os projectos e estes não têm que ser aprovados, é muito provável que, na segunda metade deste ano, comecem a existir grandes problemas para resolver na construção civil.A grande vantagem deste novo procedimento é a de os futuros utilizadores das habitações sujeitos a este regulamento estarem aptos a receber os mais modernos serviços de telecomunicações, como a Banda larga, ADSL, TV Cabo, etc…

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...