uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Não há quem lhe pegue

Não há quem lhe pegue

Pousada de São Pedro, Castelo do Bode, está à venda por 1,15 milhões de euros

Há mais de um ano que a Pousada de São Pedro, junto à barragem de Castelo do Bode, está à venda. O espaço foi encerrado no final de 2003 e apresenta agora um ar de abandono. Os 1,15 milhões de euros pedidos parecem assustar potenciais compradores.

Edição de 23.03.2005 | Sociedade
A erva daninha vai tomando conta da larga calçada plantada defronte do edifício da Pousada de São Pedro, concelho de Tomar, e a caruma vai amontoando-se por baixo dos frondosos pinheiros. Por baixo da grande arcada que dá acesso à entrada, uma grande talha que já não é limpa há mais de um ano é encimada por flores que também há muito não recebem água. O panorama não é animador. As portadas do rés-do-chão têm centímetros de pó acumulado e as teias de aranha tomaram conta das pequenas janelas dos lavabos do piso térreo. No primeiro andar, as portadas estão todas abertas, deixando entrar luz nos quartos que receberam turistas dos quatro cantos do mundo. São os responsáveis pela pousada mais próxima, Conde de Ourém (situada no concelho vizinho), que uma vez por semana se encarregam de ali ir arejar o espaço e ver se nada falta. A casa está ligada a uma central de alarmes mas o seu isolamento inspira cuidados.Até porque o edifício principal alberga ainda grande parte do equipamento hoteleiro que serviu de base à sua actividade. A cozinha e a lavandaria apresentam-se incompletas, mas o edifício continua a ter equipamentos de ar condicionado, antena parabólica, central de telefones, caldeiras, além do posto de transformação, do gás e da água.Na sala de pequenos-almoços as mesas e as cadeiras estão amontoadas a um canto. É a única divisão que se consegue visionar através das largas portadas. As restantes estão cobertas dos olhares dos curiosos por grossos cortinados adamascados.Não se consegue chegar ao primeiro andar mas sabe-se que as camas continuam a adornar os quartos e que pequenas mesas de apoio estão espalhadas pelos corredores. No terraço das traseiras meia dúzia de suportes para chapéus de sol esperam por melhores dias enquanto assistem ao crescimento das ervas. A vista continua a ser um bálsamo para o espírito, tendo como pano de fundo a barragem de Castelo do Bode.A Enatur, empresa estatal proprietária de todos os edifícios das Pousadas de Portugal, continua à procura de quem queira comprar o espaço, cujo preço ascende a 1,15 milhões de euros. A imobiliária lisboeta responsável pela venda da pousada realça os seus pontos fortes – a envolvente da barragem, a qualidade dos edifícios, o facto de possuir 18 quartos num só piso, de estar desactivada e portanto não ter encargos de pessoal.Refere ainda a boa situação geográfica – próximo de Tomar, no centro de Portugal, e com boas acessibilidades rodoviárias. E o promotor não se esqueceu de sublinhar ainda o facto de “haver vontade política local para viabilizar o negócio”.Segundo O MIRANTE apurou já houve vários interessados, todos empresários nacionais ligados ao sector do turismo e à restauração. Mas a crise que o país atravessa tem adiado muitos projectos. E a Pousada de São Pedro parece ser um deles. Não há ninguém que lhe pegue?Margarida Cabeleira
Não há quem lhe pegue

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...