uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Festa molhada em Constância

Festa molhada em Constância

Secretário de Estado da Cultura diz que a cultura não é só ópera
Edição de 30.03.2005 | Cultura e Lazer
“Cultura não é só a ópera no São Carlos”, afirmou na segunda-feira à tarde o secretário de Estado da Cultura, de visita a Constância para assistir à Festa da Nossa Senhora da Boa Viagem.Após ter visto a chegada de cerca de meia centena de embarcações engalanadas às margens do rio Zêzere, Mário Vieira de Almeida referiu que, apesar do governo ter uma visão cada vez mais cosmopolita da cultura, está também empenhado em afirmar a cultura nas suas mais variadas vertentes, nomeadamente de expressão local.“As particularidades têm de ser preservadas” disse o governante na sua primeira aparição pública no Ribatejo, ressalvando que “a cultura não é um luxo que a economia tem de sustentar” mas antes um complemento ao desenvolvimento económico do país.Para Mário Vieira de Almeida, há que haver é capacidade para a cultura tradicional se adaptar às transformações tecnológicas da actualidade, dando como exemplo os abrangeis, embarcações tradicionais do rio Zêzere que mais uma vez participaram na procissão marítima. “São barcos puramente tradicionais mas que contam já com um motor acoplado”.A Festa da Nossa Senhora da Boa Viagem traz anualmente à praia fluvial da vila poema dezenas de embarcações enfeitadas com flores e imagens de santos que são abençoadas pelo pároco que preside à procissão em honra da santa.Este ano o número de embarcações rondou a meia centena, idêntico ao registado o ano passado, mas o número de populares que se juntaram nas margens do Zêzere para assistir à sua chegado diminuiu significativamente por causa da chuva. Admitindo que a festa deste ano não atingiu o brilhantismo de anos anteriores pela partida pregada por São Pedro, o presidente da Câmara de Constância disse esperar todavia que esta tradição profundamente religiosa nunca se venha a perder, faça chuva ou sol.António Mendes ressalvou o empenho que toda a comunidade do concelho coloca na realização do evento, nomeadamente na feitura de um milhão de flores que enfeita as principais ruas da vila.
Festa molhada em Constância

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...