uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Plataforma logística de Santarém em 2006

Centro de distribuição da Unicer ocupa uma área de 14 hectares
Edição de 30.03.2005 | Economia
A plataforma logística da Unicer, em Santarém, vai começar a funcionar nos finais de 2006, princípio de 2007. Esta é pelo menos a perspectiva do director do Centro de Produção de Santarém (CPS) da empresa cervejeira. Tiago Duarte anunciou que o entrave à construção num terreno classificado como zona verde está em vias de ser desbloqueado. Este centro é importante para acabar com o caótico tráfego e estacionamento de camiões na zona industrial da cidade, enquanto esperam para carregar e descarregar produtos na fábrica. O processo tem cerca de quatro anos e representa um investimento de 30 milhões de euros e cem postos de trabalho. A plataforma vai servir o centro e sul do país e será responsável pela distribuição das marcas de água comercializadas pela Unicer a nível nacional. O plano com vista à sua construção das instalações já tinha sido enviado cinco vezes para aprovação da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR-LVT). Desta vez o plano contou com algumas alterações, especialmente no que respeita a um terreno permutado com a Escola Superior Agrária de Santarém e classificado como espaço verde urbano, responsável pelo “entravar” do processo. Segundo uma nota de imprensa da Câmara de Santarém ficou acordado que a Unicer vai construir um espaço verde com 1,18 hectares na zona do Jardim de Cima. Numa reunião entre o presidente da autarquia, Rui Barreiro, e o presidente da Unicer, Ferreira de Oliveira, no dia 23, ficou ainda assente que a empresa vai custear a manutenção dos futuros espaços verdes do campo Emílio Infante da Câmara. O período será definido no âmbito de um protocolo a celebrar entre as duas entidades. A plataforma de distribuição vai ocupar um terreno com 14 hectares situado entre a fábrica de cerveja e a fábrica da Rical, que também pertence à empresa.Recorde-se que CPS da Unicer assegura a produção de quatro marcas de cerveja (Super Bock, Cristal, Carlsberg e Tuborg), com uma capacidade anual de 180 milhões de litros, além de sumos e refrigerantes (Frisumo, Frutis, FruTea, Guaraná, Snappy e Battery), alcançando os 120 milhões de litros anuais.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...