uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Portugal avalia impacto da invasão dos têxteis chineses

Edição de 30.03.2005 | Economia
O governo português vai avaliar um eventual pedido de aplicação de medidas de salvaguarda contra a invasão de têxteis chineses em função do diagnóstico da Comissão Europeia sobre o impacto da abertura do mercado comunitário.Segundo fontes diplomáticas, “a posição do governo português nesta matéria será decidida em função do diagnóstico” feito por Bruxelas, com base em dados de Janeiro e Fevereiro sobre as exportações e licenças de importação chinesas, mas a posição será a de “defesa dos interesses da indústria têxtil” nacional.A argumentação do novo executivo socialista é a de que, mesmo que a actual ameaça dos produtos da China e da Índia não seja “muito significativa” em termos globais na economia europeia, trata-se de uma “ameaça” para alguns países. Portugal faz parte do grupo de países que na semana passada se manifestou contra o acesso da Índia ao mercado têxtil europeu, assunto que está novamente em discussão ao nível do Comité dos Representantes Permanentes (COREPER).O Ministério da Economia está actualmente a avaliar “profundamente” o impacto das importações no sector têxtil, dados que servirão de base para a posição final portuguesa no que respeita às medidas de salvaguarda.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...