uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Ambulância despista-se a caminho de um acidente

Acidentes afectam operacionalidade dos Bombeiros Municipais de Santarém

Em menos de um ano registaram-se três acidentes com ambulâncias em Santarém, uma dos bombeiros voluntários e duas dos municipais. O último acidente ocorreu na Ponte da Asseca. A operacionalidade da corporação municipal está bastante afectada.

Edição de 30.03.2005 | Sociedade
Uma ambulância dos Bombeiros Municipais de Santarém (BMS) ficou inoperacional depois de se ter despistado na Estrada Nacional 3, na Ponte da Asseca, periferia de Santarém. O caso deu-se na quarta-feira, dia 23, cerca das 8h30. Altura em que a viatura de socorro se deslocava para um acidente de viação em Vale de Santarém. Segundo o comandante da corporação, Pedro Carvalho, o despiste ficou a dever-se ao facto do piso estar escorregadio. A situação fez com que a corporação ficasse reduzida a metade da sua capacidade operacional já que só dispõe neste momento de duas auto-macas de socorro. Para além da acidentada, a viatura do INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica) atribuída aos municipais de Santarém está a ser alvo de uma reparação geral.A viatura acidentada ficou com estragos no pára-choques e no guarda-lamas direito, mas deve regressar ao activo nas próximas semanas. Entretanto, sublinha Pedro Carvalho, já foi feito um pedido ao Instituto Nacional de Emergência Médica no sentido de que os BMS sejam reforçados com mais uma ambulância. No espaço de um ano já houve dois acidentes com ambulâncias dos bombeiros municipais. Aos quais se junta um terceiro que envolveu uma auto-maca dos voluntários de Santarém. Recorde-se que no dia 1 de Janeiro, três elementos dos Bombeiros Voluntários de Santarém sofreram ferimentos ligeiros no despiste da ambulância em que seguiam. O acidente deu-se cerca das 09h30 na Estrada Nacional nº 114, na localidade de Perofilho, concelho de Santarém, devido à acumulação de óleo na via. Antes, no dia 19 de Maio de 2004, uma ambulância dos Bombeiros Municipais de Santarém colidiu com uma viatura no centro da cidade e despistou-se, tendo embatido em mais cinco veículos que se encontravam estacionados. O acidente ocorreu às oito da manhã no cruzamento da rua Pedro Santarém com a praceta Pedro Escuro. A ambulância acorria a uma chamada motivada por atropelamento, junto à Escola dos Leões.VMER já se tinha despistado no mesmo localA Viatura Médica de Emergência e Reanimação adstrita ao Hospital de Santarém teve um acidente na mesma zona, na terça-feira, dia 22. Segundo Pedro Coelho dos Santos, porta-voz do INEM, na curva apertada da Ponte da Asseca a viatura perdeu a aderência, saiu da estrada e partiu a suspensão dianteira. Pedro Coelho dos Santos garantiu que uma hora depois já se encontrava no Hospital de Santarém uma viatura de substituição.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...