uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Fugiu da prisão e matou agente da PSP

Edição de 30.03.2005 | Sociedade
Um recluso da prisão de Vale de Judeus é o suspeito da morte do agente da PSP Ireneu Diniz. O polícia foi morto a tiro na madrugada de 17 de Fevereiro, no Bairro da Cova da Moura, arredores da Amadora. A Polícia Judiciária tem fortes indícios de que homem que fez fogo com a pistola-metralhadora UZI se chama Luís Carlos Santos.O cabo verdiano com cerca de 35 anos era considerado um recluso “difícil” e cumpria pena por homicídio. Dias antes do Natal, teve uma licença precária de nove dias. Devia ter regressado à cadeia em 27 de Dezembro e não voltou. Luís Carlos Santos era procurado pelos serviços prisionais e pelas forças de segurança por “ausência ilegítima” da prisão. Agora, é perseguido como suspeito do assassinato de um agente da PSP.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...