uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Sensibilidade taurina evita destruir trajes

Auxiliares estão treinados para despir vítimas de cornadas
Edição de 16.08.2005 | Sociedade
No ponto de vista médico é muito importante que a vítima seja despida rapidamente, mas a sensibilidade taurina aconselha alguma técnica e paciência. Os trajes custam milhares de euros e têm um valor incalculável para os artistas e por isso devem ser poupados. Na enfermaria de Vila Franca de Xira, os auxiliares estão treinados neste tipo de função e têm um cuidado especial na hora de despir o toureiro ou o forcado. Quando as situações dos toureiros são mais complicadas é pedida a ajuda do moço de espadas, o homem que ajudou a vestir o artista é o que melhor sabe dos locais de aperto e onde é possível abrir sem rasgar. A tesoura só aparece em último caso e os artistas agradecem.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...