uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Escolas sem computadores por falta de segurança

Escolas sem computadores por falta de segurança

Câmara de Santarém retém equipamento informático com receio de furtos
Edição de 01.03.2006 | Sociedade
Várias escolas do primeiro ciclo do ensino básico do concelho de Santarém não têm computador devido à falta de segurança dos estabelecimentos. Os equipamentos informáticos estão retidos nos serviços camarários até que as condições se alterem.Segundo a vereadora da Educação, da Câmara de Santarém Lígia Batalha (PSD), “no último mês houve três escolas assaltadas e foram roubados computadores e outro equipamento”. Essa situação levou a autarquia a suspender a instalação do material informático por motivos de segurança.“Há situações em que o alarme permite uma intervenção atempada”, explicou Lígia Batalha, salientando que esta solução implica custos que terão de ser analisados, já que “não é clara” a responsabilidade dessa instalação.“Tudo isso tem que ser repensado e revisto”, considerou a vereadora, salientando que os custos de instalação, que implica o pagamento de “horas extraordinárias do pessoal que os coloca” também está a condicionar a colocação dos computadores nas escolas do concelho.“Há escolas que não têm computadores instalados por várias razões”, justificou a vereadora, que reconheceu a existência de vários computadores guardados na autarquia e noutro armazém municipal.Eleita em Outubro pelo PSD, Lígia Batalha explicou que está ainda a adaptar-se à gestão deste pelouro, preferindo evitar definir “soluções genéricas” para todo o concelho, sem ter em conta as especificidades locais.“A minha postura tem sido tentar perceber onde é que posso utilizar soluções genéricas e soluções mais pontuais” e “isso introduziu algum atraso nas respostas”, reconheceu.
Escolas sem computadores por falta de segurança

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...