uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Partiram o corno de um toiro

Vandalismo deixa marcas nos animais
Edição de 01.03.2006 | Sociedade
O campino Orlando Vicente, sogro de Nuno Casquinha, não esconde a revolta, depois de ter visto a propriedade do genro vandalizada e os animais mal tratados. Os ladrões usaram dois potentes tractores agrícolas, um dos quais rebocava uma grade de discos, para levar o gado para o curral.À acção dos meliantes que assaltaram a propriedade, na noite de 23 para 24 de Fevereiro, nem os pequenos quadros com motivos taurinos, conquistados nas festas e corridas, foram poupados. Alguns foram destruídos, outros foram levados pelos meliantes, juntamente com ferramentas, assim como as garrafas de vinho que estavam fechadas. “As garrafas que estavam encetadas eles não quiseram”, diz Orlando Vicente, enquanto mostrava o local onde os assaltantes penduraram um dos toiros da propriedade, ao qual partiram um dos cornos.Os assaltantes mostraram ter conhecimentos de condução de tractores pois “não é qualquer pessoa que conduz um tractor destes, electrónico...”, refere Orlando Vicente.Além disso “têm de ser pessoas que conhecem bem o campo e o maneio dos animais”, diz Nuno Casquinha, que não encontra explicação para a acção destruidora dos assaltantes. “Isto é mandado por alguém que nos quer mal, por inveja ou outro motivo. É alguém que quer acabar comigo...”, lamenta o proprietário.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...