uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Vida de cão

Vida de cão

Canil dos amigos dos animais de Vila Franca não avança por falta de verbas

Um ano depois da assinatura da escritura do terreno, o novo canil da Associação dos Amigos dos Animais de Vila Franca de Xira (AAAVFX) continua por construir. O actual espaço da associação está a funcionar no limite e não oferece condições aos 400 animais que alberga.

Edição de 01.03.2006 | Sociedade
Provisório há quase sete anos, o canil da associação está instalado num terreno particular com cerca de cinco mil metros quadrados, no Lugar das Quintas, na freguesia da Castanheira do Ribatejo. Apesar de ter o dobro do espaço do terreno cedido pela câmara para o novo canil, uma área de 2500 metros quadrados, o actual canil está longe de ter as condições ideais. Os espaços para albergar os animais estão mal divididos, as instalações resumem-se a pré-fabricados e o chão do canil é de terra batida. Ruby tem cerca de oito meses e é cruzada de Sharpei. Há cerca de dois meses foi deixada no canil municipal com as patas traseiras tão magoadas que não se conseguia por em pé.Hoje, depois da medicação e do carinho dos elementos associação, a Ruby já se consegue suster em pé. No entanto, o piso permanentemente escorregadio do canil da associação é um entrave à sua recuperação. A Vodka, uma Husky, chegou ao canil prenha de oito cachorros. Através da internet conseguiram doar todos, só restou a mãe. A Loirinha veio também do canil municipal com as patas da frente em sangue. Segundo Maria Helena Revez, vice-presidente da associação, a cadela rafeira dever ter sido atropelada e arrastada. Durante um mês tomou injecções de antibiótico e as ligaduras têm que ser mudadas todos os dias. Despesas avultadas para a associação que sobrevive com os 500 euros atribuídos mensalmente pela câmara municipal. Neste momento, por exemplo, deve dois mil euros em medicamentos à farmácia. Por isso, os apoios alimentares de hipermercados da região são uma grande ajuda para a associação. A falta de condições levou a que a maioria dos gatos tenha sido retirada do gatil improvisado, com campanhas de doação. Os espaços antes reservados aos gatos estão agora a ser utilizados pelos cães. As dificuldades económicas são também uma das razões para que a construção do novo canil não tenha avançado. O projecto do novo espaço está pronto desde Outubro e neste momento a AAAVFX procura “um construtor com uma alma caridosa”, como refere a vice-presidente da associação, para construir o canil.Para ajudar a solucionar os problemas financeiros a associação enviou uma carta à câmara municipal a solicitar a atribuição a verba, relativa a 2005, proveniente de um placar publicitário situado junto do terreno cedido à AAAVFX. A verba ronda os cerca de 4400 euros por ano e até aqui era atribuído à Junta de Freguesia da Castanheira. A associação pretende ainda que o próximo contracto a realizar com a empresa que faz publicidade no placar seja feito directamente com os amigos dos animais.A associação conseguiu em Fevereiro do ano passado a cedência de um terreno para a construção do novo canil, na Castanheira do Ribatejo, pela câmara municipal. A luta por um novo espaço durou mais de quatro anos.Alguns meses depois da cedência do terreno a AAAVFX descobriu que a área se encontrava em zona de protecção de auto-estrada. A situação foi, entretanto ultrapassada, uma vez que o tipo de construção a realizar não põe em causa a servidão de auto-estrada. Segundo o vereador responsável pelo Departamento de Planeamento, Gestão e Qualificação Urbana da Câmara Municipal de Vila Franca, a associação aguarda um parecer das Estradas de Portugal sobre a zona de protecção. João Luís Lopes explica que apesar de estar assegurada a construção do canil, o parecer é importante “por um questão de cumprimento dos procedimentos”.O vereador adianta que a câmara municipal está a acompanhar todo o processo, estando “disponível para colaborar” no que for necessário. Quanto ao pedido da AAAVFX para que lhe seja atribuída a verba do placar publicitário situado junto ao terreno do novo canil, a autarquia não prestou esclarecimentos até ao fecho da edição. Sara Cardoso
Vida de cão

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...