uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Inclemente Manuel Serra d’Aire

Edição de 08.03.2006 | E-mails do outro mundo
Parece que querem fazer do Tejo património mundial. A ideia foi lançada recentemente em Vila Franca de Xira num congresso e, como é óbvio, tem desde já o meu incondicional apoio. Finalmente há alguém que quer fazer justiça à excepcionalidade do rio que atravessa toda esta região.E nada mais adequado que fazer o anúncio em Vila Franca de Xira, onde diariamente o rio é castigado com milhares de metros cúbicos de esgotos sem tratamento. Porque é precisamente nesse ponto que assenta o carácter excepcional do rio, qualidade necessária à sua classificação pela Unesco como património mundial. Como bem sabemos, rios como o Tejo há muitos por esse mundo fora. Mas com tanta trampa misturada deve haver poucos. Talvez seja mesmo o único. E é esse o factor que se deve explorar até ao tutano. Agora resta saber se a Unesco tem uns critérios, literalmente, de merda, e vai considerar a proposta. Ou se, pelo contrário, a vai mandar pela sanita abaixo. Pelo sim pelo não, até lá é melhor continuar a deitar porcaria com fartura para o rio, sem esquecer os indispensáveis contributos do Alviela e do Nabão, entre muitos outros afluentes que ajudam a manter o Tejo devidamente poluído.E, como mais vale prevenir que remediar, a candidatura deve apresentar outros factores distintivos e projectos audazes que ajudem a convencer os intelectuais da Unesco. Como a realização de uma Baja todo-o-terreno entre Abrantes e Santarém pelo curso do rio. Areia não falta para fazer lembrar o Lisboa/Dakar, embora tenha de se ter cuidado com algumas poças de água que esporadicamente possam surgir. Se isto não é digno de ser património mundial, o que é que é?Deixemo-nos agora de coisas sérias e vamos lá ao caso Piranga que tem agitado Torres Novas e não só. Porquê tanto barulho só pelo facto de um membro da assembleia municipal (que por acaso até é presidente da mesma) ser assessor do presidente da câmara. Rapaziada: há que discernir o essencial do acessório. E o essencial é que, trabalhando no gabinete do presidente da câmara, Manuel Piranga é um autêntico agente infiltrado dos serviços secretos da assembleia na toca do lobo. Quantos eleitos de assembleias municipais não gostariam de ter a mesma sorte, para poderem fiscalizar à vontade a actividade do executivo e ter acesso a informação privilegiada? E é bom lembrar que ainda lhe pagam por isso...Imarcescível Manel, este e-mail era para ser dedicado às mulheres, ou não se comemorasse hoje o Dia Mundial ou Internacional ou lá o que é da dita. Mas, infelizmente para elas, aqui ainda não há quotas como no PS e o reino da asneira continua a ser um mundo muito macho. É verdade que já temos por aí algumas políticas e/ou autarcas que vão fazendo das suas, e que até merecem uma ferroada, mas a minha faceta cavalheiresca tem-me ajudado a conter no teclado. E como homenagem a essas e a todas as outras mulheres deste Ribatejo (e não só) deixo uma prendinha ao lado, na fotografia. Para as que não gostarem, é favor aceitar as minhas humildes desculpas, mas é difícil agradar a todas.Saudações marialvas do Serafim das Neves

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...