uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

António Lobo Antunes à frente do camarada José Saramago

Caminhadas, cinema em casa e livros
Edição de 08.03.2006 | Política
Munido de um livro com o sugestivo título “Mil e um filmes que deve ver antes de morrer”, que lhe foi oferecido pela esposa, Daniel Branco anda a tentar pôr a sua veia cinéfila em dia e até comprou um sistema de “home cinema” para poder ver melhor os DVD que vai comprando com os grandes clássicos da sétima arte. Ao seu lado tem uma assessoria preciosa. “A minha mulher, Agatha, sabe muito mais de cinema que eu. Foi ela quem me ofereceu o livro” confessa.Apesar de ter mais tempo disponível do que tinha quando era presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira há alturas em que o trabalho político aperta mais. Como no período em que se discutiu em Oeiras o Plano de Actividades e Orçamento para 2006. Quem nota mais a falta de disponibilidade de Daniel Branco são as duas filhas do casal. “Um dia destes tive mais uma reunião à noite e não estive em casa. No outro dia de manhã a mais pequenina disse-me logo ‘oh pai tenho tantas saudades tuas, ontem não ficaste com a gente!”.Três vezes por semana o eleito da Assembleia Municipal de Oeiras faz uma caminhada de dez quilómetros no denominado Passeio Marítimo. E nas muitas deslocações que a família faz à Galé, junto a Melides, parte do tempo também é ocupado em caminhadas. “Vamos todos juntos, é um local muito agradável. Tem pinhal e logo ao lado é o mar. Às vezes é necessário levar a Francisca às costas”. Conta.As últimas viagens que fez foram a Nova Iorque, Cuba, Paris e a várias cidades de Espanha. Gosta de ler romances e ensaio. Quando um livro o consegue agarrar não costuma meter outros de premeio. Gosta da escrita do camarada José Saramago mas entre Saramago e António Lobo Antunes prefere o segundo. “Do José Saramago gostei dos primeiros livros, Memorial do Convento, História do Cerco de Lisboa, O Ano da Morte de Ricardo Reis, destes últimos já não gostei tanto. Do António Lobo Antunes leio tudo. Os romances são muito bons e as crónicas são fabulosas”.Gosta de ver futebol mas na televisão, pelo simples facto de poder ver a repetição das jogadas. “Quando estou a ver futebol aproveito para ler. “Se há uma jogada que perco tenho sempre hipótese de ver o replay. Não me acontece como uma vez que fui ver um jogo do Alverca com um dos grandes. Estava distraído e não vi um golo e a minha preocupação foi olhar para o campo para ver a repetição. Dei comigo a rir-me sozinho com o caricato da situação”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...