uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Assaltos no campo continuam

Assaltos no campo continuam

Proprietário recupera manjedoura furtada em Azambuja
Edição de 08.03.2006 | Sociedade
Os amigos do alheio não dão descanso aos homens do campo. Duas propriedades vizinhas, localizadas nos Casais de Baixo, às portas de Azambuja, que se dedicam à criação de gado, foram assaltadas nas últimas semanas. Numa delas os gatunos furtaram duas bezerras, na outra, levaram uma manjedoura.João Almeida, responsável pela Quinta dos Arneiros e Francisco Silva, empregado da quinta Sommer, resolveram investigar por conta própria e conseguiram localizar a manjedoura que foi furtada da propriedade de João Almeida na madrugada do dia 5 de Março.“Fizemos muitos quilómetros, gastei muito gasóleo, mas consegui encontrar a manjedoura aqui bem perto, na zona de Aveiras de Cima. Quando a avistei da estrada vi logo que era a minha e chamei a Guarda”, contou a O MIRANTE, João Almeida.A manjedoura, cujo valor ronda os seiscentos euros, foi encontrada numa propriedade de Casais de Vale do Brejo, em Aveiras de Cima. O dono não se opôs a entregar o equipamento, que foi recuperado por uma patrulha da GNR de Aveiras.“O campo está podre”, afirma o responsável da Quinta dos Arneiros, recordando que a mesma propriedade já tinha sido assaltada na madrugada do dia 27 de Fevereiro, sem que os gatunos tivessem levado valores, mas deixaram a sua presença marcada com actos de vandalismo num pavilhão e numa cocheira, localizados nas traseiras de um matadouro de frangos. “Abriram tudo e partiram os vidros”, explica.Dias depois, foi a vez de ser “visitada” a quinta Sommer, mesmo ao lado da quinta dos Arneiros. Os gatunos encaminharam para um curral perto de duas dezenas de cabeças de gado de Francisco Silva, empregado da quinta, e acabaram por furtar duas bezerras prestes a atingir a idade de desmama.Temos de ser nós a patrulhar as propriedades para ver se isto pára”, defende João Almeida, visivelmente revoltado com os assaltos de que foi vitima.Fonte da GNR contactada por O MIRANTE rejeita qualquer relacionamento entre os assaltos da Lezíria de Vila Franca de Xira e os furtos verificados em Azambuja.José Bernardes
Assaltos no campo continuam

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...