uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

“Avôs-Metralha” condenados a prisão efectiva

Edição de 08.03.2006 | Sociedade
O Tribunal de Sintra condenou segunda-feira os dois principais arguidos do caso conhecido como “Avôs-Metralha”, Vítor Rocha e Manuel Pires, a oito anos e a quatro anos e meio de prisão, respectivamente. O colectivo de juízes considerou provados os dois crimes de furto a uma pastelaria nos arredores de Abrantes.A presidente do colectivo de juízes, Paula Sá Couto, condenou Vítor Rocha, 67 anos, a uma pena única de oito anos de prisão por dois crimes de furto qualificado, tráfico de droga, falsificação de documentos e posse de arma proibida.O outro arguido, Manuel Pires, 72 anos, foi condenado a uma pena única de quatro anos e meio de prisão por dois crimes de furto qualificado e por detenção ilegal de arma.A juíza não considerou a idade avançada dos arguidos um atenuante, mas antes afirmou que esta deveria servir para lhes conferir uma maturidade que não demonstraram.Não foram provados os crimes de furto a ourivesarias.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...