uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Bombeiros de Torres Novas querem quartel ampliado

Edição de 08.03.2006 | Sociedade
No ano em que os Bombeiros Voluntários de Torres Novas comemoram 75 anos de existência, o presidente da associação e comandante do corpo activo queixa-se das dificuldades que a corporação atravessa e volta a reclamar apoios do Estado para a ampliação do quartel. Arnaldo Santos diz que as infra-estruturas “já não servem as actuais necessidades” dos soldados da paz, que têm balneários improvisados em contentores. “Nós não queremos luxos, nem nada que se pareça. Mas, nos dias de hoje, é inadmissível que não exista uma camarata para as senhoras e que os nossos bombeiros não tenham uma sala de convívio condigna”, defende o dirigente.As queixas de Arnaldo Santos vão mais além quando revela a insuficiência de equipamentos de protecção individual, como capacetes ou fardas adequadas para o combate a incêndios. A que acrescenta a “necessidade urgente de um carro de desencarceramento e a substituição de ambulâncias”. Arnaldo Santos faz também referência à lacuna que existe no âmbito da formação profissional dos bombeiros, que peca por não ser comparticipada. Uma situação que provoca a falta de formação dos bombeiros do quartel de Torres Novas, uma vez que as finanças da associação não permitem alargar os cordões à bolsa. Segundo o comandante dos Bombeiros Voluntários de Torres Novas, “as ajudas oficiais são cada vez menores e os encargos começam a atingir níveis incomportáveis. Tudo leva a crer que querem estrangular os bombeiros”, declara.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...