uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Circulou 14 Km em contra mão e foi travado a tiro

Brigada de Trânsito fez perseguição na Auto-Estrada do Norte

Um jovem de 21 anos circulou 14 km em contra mão na auto-estrada do Norte e só parou quando o carro foi atingido a tiro pela BT na saída do Carregado e depois de ter causado um despiste. O aventureiro está em liberdade.

Edição de 08.03.2006 | Sociedade
Uma patrulha de Brigada de Trânsito da GNR do Carregado teve de travar a tiro, na madrugada de domingo, um condutor que circulava na Auto Estrada do Norte em contramão e não acatou a ordem de paragem dos agentes. Na viatura seguiam dois homens, um de 21 anos e outro de 27, que circularam entre a área de serviço de Aveiras de Cima e o Carregado em contramão, depois de uma noite de diversão em Vila Franca de Xira.Tudo aconteceu por volta das 7h00 de domingo, 5 de Março. Os dois indivíduos, residentes em Tomar, passaram a noite numa discoteca de Vila Franca, tendo regressado a casa pela A1, mas resolveram parar, para descansar, na área de serviço de Aveiras de Cima, cerca das 6h00. Uma hora depois resolveram retomar a viagem mas fizeram-no em contramão, em direcção ao Carregado. A viatura, propriedade do indivíduo mais velho era conduzida pelo jovem de 21 anos e, durante a marcha, provocou o despiste de um veículo, do qual resultaram apenas danos materiais.A BT do Carregado foi alertada para a situação, tendo uma patrulha que circulava no sentido Norte-Sul detectado o veículo em contramão. Apesar dos insistentes sinais e ordens de paragem, o condutor manteve a marcha fora da lei.A fuga às autoridades teve de ser travada a tiro, no nó do Carregado. Um dos homens foi atingido numa perna sem gravidade.“Os militares abriram fogo para a linha inferior da viatura, uma vez que estavam em perigo os outros utentes da via”, explicou a O MIRANTE, fonte da BT do Carregado, acrescentando que o condutor alegou aos agentes que tinha consumido bebidas alcoólicas e haxixe e “não estavam bem”.O ferido foi transportado ao Hospital de Vila Franca de Xira, para tratamento hospitalar e realização de análises que comprovem a ingestão de álcool e consumo de estupefaciente. “Teve alta meia hora depois. Levou mais tempo para fazer as análises”, refere a nossa fonte.O condutor foi presente ao Tribunal de Alenquer na manhã de segunda-feira, ficando sujeito a termo de identidade e residência. O caso baixou a inquérito judicial. José Bernardes

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...