uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Escola transformada em posto de turismo

Privado recupera edifício Almeida Grandella em Tagarro, Alcoentre
Edição de 15.03.2006 | Sociedade
O antigo edifício da Escola Almeida Grandella, em Tagarro, freguesia de Alcoentre, Azambuja, já foi recuperado. A obra foi realizada por uma empresa privada luso-brasileira como contrapartida pela cedência do espaço para sede da empresa.A Câmara Municipal de Azambuja cedeu por 99 anos o direito de superfície à empresa Ocean Othon – Investimentos Turísticos, SA. Em troca a firma recuperou o espaço, construiu os escritórios onde funciona a sede da empresa em Portugal e entregou um espaço com 30 metros quadrados à autarquia para a futura instalação do posto de turismo. O presidente da Câmara Municipal de Azambuja, Joaquim Ramos, considera que o acordo entre a autarquia e a empresa é um bom exemplo das tão propaladas parcerias público-privadas.Em Março de 2004 o anterior executivo da Câmara de Azambuja, liderado por Joaquim Ramos (PS), deliberou conceder o direito de superfície à empresa em troca das obras de recuperação do edifício, que faz parte do património histórico do concelho e que se encontrava já em avançado estado de degradação. A proposta foi aprovada com os votos contra dos dois vereadores da CDU e do vereador do PSD de então que consideram o período de cedência de superfície do espaço demasiado longo.O presidente da Câmara Municipal de Azambuja explicou na altura que o protocolo com a entidade privada era a única forma de proceder às obras de recuperação do edifício.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...