uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Polícia mais próxima em Vila Franca

Junta de Freguesia aproxima cidadãos da PSP

Agentes da PSP de Vila Franca vão estar, uma vez por semana, nas delegações da junta de Freguesia em Povos e Bom Retiro para ouvir queixas e sugestões dos munícipes.

Edição de 15.03.2006 | Sociedade
A Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira vai colocar à disposição dos cidadãos agentes da autoridade, uma vez por semana, nas delegações de Povos e Bom Retiro. Ao abrigo do projecto “Polícia de Proximidade” da PSP, a junta pretende aproximar as forças de segurança do cidadão de forma a garantir uma protecção mais eficaz.Na apresentação do projecto, na passada quinta-feira, o presidente da Junta de Freguesia de Vila Franca considerou que “só a presença de um polícia já atenua ou evita problemas que possam vir a acontecer”. Segundo José Fidalgo, os agentes colocados nas delegações da junta de freguesia procederão, ainda, ao registo de queixas e ao seu devido encaminhamento.O serviço irá funcionar às terças-feiras no Bom Retiro e às quintas em Povos, sempre entre as 14h00 e as 17h00. A funcionar desde o início de Março, a título experimental, o serviço arranca agora oficialmente. O comandante da PSP de Vila Franca de Xira, Sub-Comissário Manuel Cunha, explicou que os agentes destacados para este serviço fazem já parte dos programas de policiamento de proximidade “Escola Segura”, “Idoso em Segurança” e “Comércio Seguro”. Sublinhando o esforço que a PSP faz para manter os três programas, lançou o apelo à comunidade para que “nesses dias se dirijam aos polícias para fazer as suas queixas”.“Para eu saber o que se passa na cidade, para poder resolver os problemas ou atenuá-los é fundamental que as pessoas se dirijam também a nós”, acrescentou. Presente na apresentação, o presidente da Associação de Comércio, Indústria e Serviços dos Concelhos de Vila Franca de Xira e Arruda dos Vinhos (ACIS), João Barroca, agradeceu à PSP o esforço para manter em funcionamento os três programas. Satisfeito com o programa “Comércio Seguro”, João Barroca considerou-o “bastante importante para nos sentirmos seguros”. Já o provedor da santa casa de misericórdia, José Carvalho, aproveitou para chamar a atenção do comandante da PSP para o ruído à noite junto de alguns lares da misericórdia. Manuel Cunha referiu que a PSP tem vindo a fazer intervenções na zona, até porque são locais habitualmente usados para o consumo de drogas. Os três programas do policiamento seguro, “Escola Segura”, “Idoso em Segurança” e “Comércio Seguro”, são promovidos pelo Ministério da Administração Interna e preconizam que todos os membros da comunidade se tornem elementos activos para melhorar a segurança e a qualidade de vida dos cidadãos. Em Vila Franca de Xira, a PSP tem quatro elementos destacados para estes programas, sendo que dois trabalham no “Escola Segura”. Neste programa os agentes, das 7h00 às 20h00, estão atentos às imediações das escolas, bem como aos trajectos dos alunos. No programa “Idoso em Segurança” a intervenção da PSP resume-se, na maioria das vezes, ao encaminhamento, já que são sobretudo questões sociais, como o isolamento, que afectam os idosos de Vila Franca.No “Comércio Seguro” o elemento da PSP, Inglês da Ponte, divide-se entre rondas pelos diversos estabelecimentos e o registo de informações dadas pelos comerciantes sobre situações anómalas. Também presente na apresentação do projecto da junta de freguesia, o vice-presidente da Câmara Municipal de Vila Franca, saudou “o esforço que a PSP faz para que Vila Franca seja uma cidade tranquila”. Alberto Mesquita acrescentou que “estes programas são decisivos para que os munícipes se sintam psicologicamente mais tranquilos”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...