uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Emoção até ao último segundo

Caixeiros vencem Benavente por um golo num jogo emotivo de princípio a fim

Caixeiros e ADC Benavente protagonizaram um jogo de andebol emotivo do primeiro ao último minuto. As duas equipas foram alternando na frente do marcador e a vitória só sorriu à formação de Santarém no último minuto.

Edição de 21.03.2006 | Desporto
A equipa sénior de andebol do Grupo de Futebol dos Empregados do Comércio (Caixeiros), de Santarém, venceu, sábado á noite, a sua congénere da Associação Desportiva e Cultural de Benavente (ADCB), por 22-21, num jogo marcado pelo equilíbrio que se viveu de princípio a fim.A vitória acabou por sorrir à equipa que revelou mais experiência na altura decisiva, mas pela forma como o jogo decorreu, qualquer das formações podia ter saído vencedora desta partida a contar para a fase final do Campeonato Nacional de Andebol da Segunda Divisão.Os Caixeiros entraram melhor no jogo e dominaram os primeiros minutos. No entanto, o Benavente reagiu bem e empatou a partida a três golos, no exemplo claro do que seria o resto da partida.A formação de Santarém voltou a adiantar-se até aos 5-3 mas depois esteve dez minutos sem marcar qualquer golo, o que levou a ADCB a dar a volta e a adiantar-se até aos 5-7, com um parcial de 4-0 neste período.Os últimos minutos da primeira parte foram vividos com grande intensidade. Os Caixeiros reagiram ao período menos mau e viraram o resultado para 8-7, mantendo-se o equilíbrio até ao intervalo, que chegou com as duas equipas empatadas a 10 golos.A segunda metade começou com a equipa de Benavente em grande. A formação treinada por José Branco veio concentrada dos balneários e entrou com um parcial de 3-0, adiantando-se até aos 10-13.Reagiu a equipa da casa, voltando o marcador a seu favor nos 14-13. A partir dai a alternância foi constante, com muita emoção e muito nervosismo nos jogadores e nos técnicos.A cinco minutos do fim, as duas equipas estavam igualadas a 20 golos e as claques acordaram e começaram a puxar pelos seus jogadores com maior intensidade. A de Santarém com cerca de 50 elementos e a de Benavente com perto de 20.A igualdade voltou aos 21-21 e o golo decisivo surgiu à entrada para o último minuto. Júlio Piçarra, com um remate potente e colocado bateu o guarda-redes adversário e colocou o marcador em 22-21.A ADC Benavente ainda tentou ir em busca da igualdade mas falhou no ataque e a equipa da casa apenas teve de gerir a posse de bola nos últimos trinta segundos para assegurar a vitória.Carlos Ipe e Hugo Pinto, ambos com seis golos, foram os melhores marcadores nos Empregados do Comércio, entanto no Benavente se destacou claramente Bruno Branco, que apontou um terço (7) dos golos da equipa. Salientem-se ainda as boas exibições dos dois guarda-redes.Jorge Guedes

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...