uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Um milhar pelas ruas de Salvaterra

Atletas do Benfica e Sporting vencem sexta edição da Prova Professor António Lopes

O benfiquista Euclides Varela e a sportinguista Sandra Teixeira foram os grandes vencedores da VI Edição dos 12 Km de Salvaterra de Magos – Prova Professor António Lopes, que se realizou na manhã de domingo.

Edição de 21.03.2006 | Desporto
Euclides Varela, do Benfica, e Sandra Teixeira, do Sporting, chegaram em primeiro lugar à meta final da VI Edição 12 Km de Salvaterra de Magos, que se realizou no domingo, 19 de Março. A corrida, organizada pela Associação de Amigos de Salvaterra, faz parte do programa de festividades do Mês da Enguia.Apesar da chuva e do vento que a antecedeu, a prova contou com cerca de 950 corredores e um público muito participativo que não se cansou de apoiar os atletas no local da partida.O participante benfiquista dividiu o pódio com José da Luz (CA Baixa da Banheira) e com João Junqueira (Maratona CP), que ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente. Após uma fase da prova caracterizada pelo estudo dos adversários, os três primeiros classificados destacaram-se, e ao quilómetro cinco já se especulava sobre o vencedor. Euclides Varela, que terminou a prova em 37 minutos e 44 segundos, bateu o principal adversário, José da Luz, por cinco escassos segundos.O benfiquista mostrou-se bastante satisfeito com a sua performance mas queixou-se do vento que lhe influenciou o desempenho. “A partir do quilómetro sete ficou muito forte, ainda pensei que pudesse bater o recorde da última prova mas era muito difícil”, afirmou ao nosso jornal.Euclides Varela referiu também a concorrência “bastante forte” que só conseguiu bater “na ponta final da corrida”. O atleta vai voltar às competições já no dia 2 de Abril, no Fundão.Já José da Luz lamentou ter “atacado” logo à entrada da vila. “Devia ter esperado mais 200 metros, mas a ansiedade traiu-me”. O atleta da CA Baixa da Banheira teve uma infecção dentária recentemente estando, por isso, algo condicionado. “Vinha ver o que dava”, afirmou. O vento foi um aspecto negativo também apontado pelo desportista que vai voltar a correr, na meia-maratona de Lisboa.No escalão feminino, Sandra Teixeira acabou a corrida em 42 minutos e 26 segundos. A sportinguista, que se encontra em fase de descanso para as pistas ao ar livre, revelou-se muito feliz com o seu desempenho, principalmente por ter batido o recorde da última edição, que já era seu. A atleta referiu a concorrência inesperada da polaca Malgorzhata Sobanska, segunda classificada, e o vento como principais obstáculos. A concorrente estrangeira, detentora de um dos melhores tempos da maratona de Londres, deu os parabéns à organização da corrida e deixou a promessa de voltar para o ano.Nos restantes escalões masculinos sagraram-se vencedores José Inácio (GDR Reboleira), José Santos (JD Neves), Silvestre Gomes e João Portela (UR Dafundo) e Virgílio Silva (Águias Monsanto), nas cinco categorias de veteranos.Quanto às senhoras, terminaram na primeira posição, Lucília Soares (SL Benfica) e Anabela Pereira (CS Marítimo), nas respectivas categorias de veteranas. Foi também distinguido o melhor atleta do concelho, Ricardo Viegas (Amigos da Corrida de Salvaterra).Para a próxima edição da corrida esperam-se algumas novidades. Conforme afirmou o presidente da Associação dos Amigos de Salvaterra, Arménio Andrade, a sétima edição da corrida poderá vir a contar com a participação de pessoas com deficiência motora (ver caixa).

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...