uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Idosa corre perigo de vida

Casa em risco de ruir em Vila Franca de Xira

Uma sexagenária vive com um filho numa casa que ameaça ruir em Vila Franca de Xira. O muro das traseiras não resistiu às chuvas e embateu violentamente na velha habitação.

Edição de 22.03.2006 | Sociedade
Maria da Piedade Pedro, 63 anos, anda com o coração nas mãos, desde o passado fim de semana. A casa onde vive com o filho, no Bairro da Nova Colónia, frente à praça de toiros de Vila Franca de Xira, pode ruir a qualquer momento. Na manhã de sábado, dia 18 de Março, por volta das 11horas, desmoronou-se um muro nas traseiras da habitação, que embateu com violência na casa.As grades de protecção das janelas evitaram que os destroços entrassem na casa de banho e num dos quartos. Alertados pela locatária, os bombeiros de Vila Franca de Xira foram ao local, constataram a queda do muro e preveniram a protecção civil municipal.“Apanhei um grande susto”, disse a O MIRANTE, Maria da Piedade, minutos depois da queda do muro, enquanto os bombeiros aguardavam a presença dos responsáveis da protecção civil para avaliar a situação.“As grades é que seguraram todas estas pedras, senão tinha entrado tudo para dentro de casa, podia-me ter apanhado...”, diz, ainda assustada, Maria da Piedade.Durante a tarde, elementos da Protecção Civil Municipal colocaram plásticos sobre parte do muro que ainda está de pé, para evitar que a água da chuva se infiltre e provoque mais desmoronamentos.Mas o pior estava ainda para vir. Os técnicos aconselharam a locatária a ter cuidado. Os sinais de degradação da casa são bastante evidentes. “Avisaram-me que, se ouvisse algum barulho estranho, devia fugir para a rua. Agora nem consigo dormir, com o medo da casa cair”, conta Maria da Piedade. O filho, Afonso Santos, que assiste à conversa, explica que “na cozinha e na sala, as paredes mostram grandes rachas e estão a cair, esta casa já tem muitos anos”, afirmaSegundo Maria da Piedade, ao longo dos anos, deu conhecimento do avançado estado de degradação da casa ao procurador do senhorio, a quem pagava a renda, mas de nada serviu. “Fiquei a saber, depois de falar com o senhorio, que o procurador não lhe transmitia o que os inquilinos lhe diziam”, lamenta a sexagenária.Segundo informação que recolhemos junto do gabinete de imprensa da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, na passada segunda feira foram colocados “testemunhos” nas fendas (gesso a tapar as fendas que permite avaliar se estas estão a abrir), de forma a ter a situação sob controlo. “Não nos parece que a casa esteja em risco de ruir”, disse fonte do mesmo gabinete ao nosso jornal.José Bernardes

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...