uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Por unanimidade e sem discussão

Assembleia da Chamusca considerou de interesse público aterros para resíduos perigosos
Edição de 22.03.2006 | Sociedade
Os eleitos da Assembleia Municipal da Chamusca aprovaram por unanimidade, e sem qualquer discussão, a proposta da câmara municipal que pedia a autorização para a instalação dos dois aterros de resíduos perigosos (CIRVERS) no concelho da Chamusca. Foi ainda votada favoravelmente a sua classificação como de interesse público.O presidente da câmara, Sérgio Carrinho (CDU), fez um longo historial do processo. E mais uma vez, considerou a vinda para o concelho destes equipamentos e de muitas outras empresas de tratamento e reciclagem de lixo como uma promessa de futuro.Para o presidente, e agora para todos os políticos eleitos pela população, a aposta no Parque Eco do Relvão - onde estes novos equipamentos se vão juntar aos aterros de resíduos sólidos urbanos e resíduos industriais banais e a muitas outras empresas de reciclagem de lixo - é determinante para o desenvolvimento do concelho e para a fixação de população.“Ficamos numa posição muito forte para exigir algumas contrapartidas, vamos criar algumas dezenas de postos de trabalho, mesmo para mão-de-obra qualificada, e damos um exemplo de cidadania que só nos vai trazer vantagens”, frisou Sérgio Carrinho.O autarca acrescentou que a procura de terreno para instalar empresas de reciclagem está a ultrapassar todas as perspectivas: “Os 25 hectares que tínhamos previstos para aquele fim já estão todos ocupados”.No final da explicação nenhum dos eleitos precisou de pedir qualquer esclarecimento e votaram favoravelmente por unanimidade. Nem o presidente da Junta de Freguesia de Vale de Cavalos, Vítor Toucinho, que numa assembleia realizada para aprovação da localização de um dos CIRVER tinha votado contra, por temer que isso viesse a colocar o futuro ambiental do concelho, votou contra.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...