uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

As medidas

Edição de 29.03.2006 | Política
A solução mais preponderante das que foram aprovadas pela assembleia municipal diz respeito à antecipação de receitas provenientes da EDP dos próximos 15 anos, referentes à concessão de distribuição de energia eléctrica em baixa tensão ao concelho. Uma operação em que se estima encaixar cerca de 20 milhões de euros para pagar dívidas de curto prazo a juntas de freguesia, colectividades, fornecedores e bancos.As restantes propostas prevêem a renegociação da dívida a fornecedores e um novo empréstimo de curto-prazo de 1,2 milhões de euros (a liquidar até final do ano) para aliviar a tesouraria e a gestão corrente. Foi ainda aprovada a dilatação dos pagamentos dos contratos de factoring (venda de dívidas do município a entidades bancárias).De fora da votação, por imposição dos vereadores da CDU e do PS no executivo, ficou a proposta de abertura de um concurso público para uma operação de leaseback. Que até Dezembro foi apontada pela maioria como a principal solução para reduzir a dívida de curto prazo e que a oposição nunca deixou passar. Essa solução financeira envolvia a cedência, por 30 anos, de património municipal no valor de 12 milhões de euros como garantia do empréstimo de 17,5 milhões de euros a contratar junto da banca.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...