uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Taxas moderadoras mais caras

Edição de 29.03.2006 | Sociedade
Os utentes dos serviços de saúde públicos vão pagar, a partir de domingo, taxas moderadoras mais caras, que no caso das urgências dos hospitais centrais custarão mais 23 por cento.O aumento decorre da aplicação da portaria 219/2006 que estipula os aumentos das taxas moderadoras, publicada no Diário da República de 7 de Março. Com a actualização das taxas, os utentes vão passar a pagar 8,5 euros nas urgências dos hospitais centrais (mais 1,6 euros do que pagavam) e 3,3 euros nas urgências dos centros de saúde (mais 1,3 euros).A nova tabela das taxas estipula que, por exemplo, os utentes vão ter de pagar 2,75 euros para ter uma consulta nos hospitais distritais e 4,2 euros se a consulta for nos hospitais centrais ou no Instituto Português de Oncologia (IPO). O valor de uma consulta nos centros de saúde será de 2,05 euros. O governo justificou este aumento com a necessidade de regular o acesso à utilização de cuidados de saúde e de fazer uma actualização regular destas taxas.De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Francisco Ramos, o valor médio do aumento das taxas moderadoras é de 2,4 por cento e está em linha com o valor da inflação previsto para este ano (2,3 por cento).

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...