uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Telheiro serve de apeadeiro

Edição de 29.03.2006 | Sociedade
O apeadeiro provisório de Santana não é mais que um telheiro apoiado em cima de um muro que mal dá para abrigar dez pessoas. O acesso ao apeadeiro, para quem se desloca do Cartaxo, faz-se através de um carreiro desviado da EN 3-3, para evitar que os utentes se desloquem pela linha.Estacionamento é coisa que praticamente não existe. Um espaço com capacidade para apenas cerca de dez viaturas foi criado junto à descida para o apeadeiro. Uma situação de que O MIRANTE deu conta na edição 12 Outubro 2005, mas que pouco evoluiu. Maria Conceição utiliza todos os dias o apeadeiro para ir trabalhar para o Carregado e assegura que há muita gente com passes a partir de Santana que se está a deslocar de carro para o Setil, Azambuja e Vale de Santarém para apanhar o comboio.“Com estas condições de falta de estacionamento e de lamaçal as pessoas optam por mudar de apeadeiro. Eu própria quando vou para o comboio levo dois pares de sapatos para me precaver”, exemplifica.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...