uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Milagre de Fátima filmado no Alqueidão

Milagre de Fátima filmado no Alqueidão

Equipa inglesa produz longa-metragem sobre as aparições

Uma produtora britânica está a rodar um filme sobre as aparições de Fátima na zona de Torres Novas recorrendo à prata da casa. Os figurantes são todos da zona e parte do guarda-roupa foi resgatado do baú de uma moradora.

Edição de 12.04.2006 | Cultura e Lazer
Era ainda menina e já sonhava com as luzes da ribalta. Agora, já avó, e acompanhada pelos quatro netos, experimenta pela primeira vez a adrenalina de um dia de gravações. Laura Vieira, residente em Fátima, não consegue disfarçar o contentamento por participar como figurante no filme “The Day The Sun Dances”, produzido pela empresa britânica Pixel Revolution Films e a rodar desde sábado em Portugal. A história gira em torno das aparições de Fátima e as primeiras filmagens exteriores decorreram no Alqueidão, freguesia de Pedrógão (Torres Novas), num dia em que o sol fez questão de brindar actores, directores, produtores, assistentes de produção e meros curiosos. Nesse dia a língua portuguesa misturou-se naturalmente com o inglês, sem que se colocassem problemas de comunicação. Ali imperava uma linguagem universal: a paixão pela arte cinematográfica. Perto das 11 horas da manhã, num terreno entre o Pafarrão e o Alqueidão, começou a respirar-se o ar de 1917, altura em que se deu um dos mais emblemáticos acontecimentos religiosos da história de Portugal - o milagre da Cova da Iria. Os trajes, verdadeiras relíquias, saíram quase todos do baú das recordações de Maria de Jesus e vestiram perto de uma centena de figurantes: “Fui sempre amiga de guardar coisas antigas e por isso juntei muitos trapos. Agora estão a servir para alguma coisa. Uns melhores outros piores, mas lá vão servindo para estas coisas”, conta sem se aperceber que os seus trapos vão correr o mundo e fazer sonhar muita gente.Enquanto um grupo de crianças se diverte a cantarolar uma lenga–lenga imperceptível, durante uma pausa nas gravações, Laura Vieira aproveita para recordar as habilidades de outrora: “Estou a fazer um baraço. Antigamente era isto que se usava para amarrar as ervas, o trigo e a aveia para depois se levarem aos molhos para os palheiros. Os pastorinhos também os faziam”, conta.A primeira cena levou algumas horas a gravar. Mesmo assim, a descontracção dos actores, todos portugueses e na maioria residentes na zona de Fátima, permitiu recriar facilmente o episódio da aparição de Nossa Senhora junto à Cova da Iria. De olhos cravados no sol, e entre manifestações de espanto e admiração os actores mostraram estar à altura do desafio. No final, bateram-se palmas e ouviram-se os elogios da produção. O frenesim deu lugar a um momento de tranquilidade, reforçado pelo chilrear dos pássaros e pelo cheiro a campo. As gravações continuaram durante a tarde. E, os actores principais, os três pastorinhos Lúcia, Jacinta e Francisco, ou melhor, Filipa Fontes, Ana Sofia e Víctor Machado, continuaram escondidos dos figurantes, em amena cavaqueira, para não perturbar as gravações. Carla Paixão
Milagre de Fátima filmado no Alqueidão

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...