uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Quando Carlos Paredes quis bater no Ary dos Santos

Edição de 19.04.2006 | Entrevista
O Hugo Ribeiro, um velho técnico de som que sempre gravou o Paredes e a Amália Rodrigues, contou-me há dias uma história extraordinária. O Paredes fez músicas para uma namorada dele na altura que era a Cecília Galvão de Melo. Foram gravar, o Paredes atrasou-se e o Ary dos Santos que estava a pagar o estúdio começou a irritar-se. O Ary era verborreico. Era um génio excessivo. Quando o Paredes entrou, ouviu-o a dizer asneiras e viu a Cecília encolhida. “Oh Ary, não se fala assim à frente de uma senhora”, disse ele. “Eu quero lá saber!” disse o Ary dos Santos e acrescentou-lhe mais umas obscenidades. O Paredes tirou a guitarra da caixa e queria dar-lhe com ela na cabeça. Foi preciso o Hugo agarrá-lo. E o Paredes era de uma delicadeza extrema.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...