uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Santarém não se submete

Santarém não se submete

Edição de 19.04.2006 | O Cartoon da Notícia
“Enquanto eu for presidente da câmara, Santarém e o seu concelho não se curva, não se submete, não aceita imposições”. É desta forma que Francisco Moita Flores responde aos autarcas da comunidade Urbana da Lezíria do Tejo que contestam as contrapartidas negociadas entre o município que governa e o consórcio privado que ganhou o concurso para integrar a empresa Águas do Ribatejo.Embora um problema de tensão arterial o tenha vergado momentaneamente na tarde de segunda-feira, no decorrer da reunião do executivo municipal, obrigando-o a ser assistido no Hospital, o Presidente do Cravo vermelho que, em nome do laranja PSD, prometeu libertar Santarém nas últimas autárquicas, aponta o dedo aqueles ”que nunca se preocuparam em reter e defender os interesses do concelho” e avisa: “Santarém não pode ser mais uma vez espoliado”.A poucos dias da celebração de mais um 25 de Abril, Moita Flores assume a frontalidade dos revolucionários e ninguém o cala”o esforço de Santarém para este projecto (Águas do Ribatejo) é de cerca de 40% (…) e recebe em contrapartidas perto de 17%”, lembra. Mas num lampejo final de solidariedade democrática proclama: Se os restantes municípios da CULT decidirem anular o concurso, a Câmara de Santarém acompanhá-los-à e também o fará se decidirem o contrário. Perceberam?
Santarém não se submete

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...