uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Sérgio Duarte

35 anos OURIQUENSE

Sérgio Duarte, defesa central de créditos firmados no futebol da região, começou a jogar nos infantis do Benfica do Ribatejo, o clube da sua terra mas ainda como iniciado foi jogar para os juvenis de Muge. O salto seguinte levou-o ao União de Santarém, onde esteve quatro anos. Nos seniores estreou-se no Águias e regressou ao União para jogar na segunda nacional. Na época seguinte rumou às Fazendas de Almeirim onde esteve 12 anos. Na época passada transferiu-se para o Ouriquense, onde vai na segunda época.

Edição de 26.04.2006 | Cromos da Bola
Quais foram os momentos que mais o marcaram na sua carreira?Na nossa memória ficam sempre as subidas de divisão ou os momentos em que as coisas correm melhor. Destaco por exemplo a época passada, em que subimos de divisão ou as subidas pelo Fazendense e nas camadas jovens do União de Santarém.Ao contrário, esta época ficará como uma má recordação…Este é o pior de todos. Nunca desci de divisão mas estou a ver que pelo andamento da carruagem é difícil escapar.O que é que falhou para este desfecho?Falharam sobretudo as condições de trabalho. Para a primeira distrital deu para disfarçar mas na terceira divisão as equipas são melhores e é mais complicado, isto não tirando o valor às equipas do distrital. Em dois anos nunca jogámos em Vila Chã e treinámos muitas vezes atrás da baliza ou em meio campo. Isto tinha de se pagar.A Série E é mais difícil que a Série D?É. A Série D é mais fraca e a Série E é muito mais nivelada. Tem equipas melhores e os erros que se cometem são logo aproveitados pelos adversários. Na Série D, há 3 ou 4 equipas melhores e depois as outras são niveladas por baixo.Um bom jogador tem de saber jogar em qualquer posição?É meio caminho andado para o jogador ter sucesso e para o treinador ter mais opções.Tem 35 anos. Ainda vai jogar mais alguma época?Tinha pensado em abandonar mas ainda não sei. Tem havido alguns contactos mas tenho dito sempre que ainda não sei. A profissão limita-me as presenças nos treinos mas gosto muito de jogar futebol.Quando deixar de jogar temos um futuro treinador?O curso já tenho, mas se vou ou não exercer o futuro o dirá. Mas a minha ideia é continuar ligado ao futebol.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...