uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Câmara de Santarém deve a “toda a gente”

Edição de 26.04.2006 | Política
À data de 31 de Dezembro de 2005 a dívida da Câmara de Santarém a terceiros ascendia a cerca de 28,2 milhões de euros. Deste valor, cerca de 2,8 milhões de euros eram devidos às juntas de freguesia do concelho. Entre as freguesias mais credoras estavam Casével (462 mil euros), Tremês (326 mil euros) e Alcanede (412 mil euros). As empresas de construção são outros grandes credores da autarquia scalabitana. Somadas apenas as dívidas a empresas como a Lena Engenharia e Ambiente S.A., João Salvador Lda., Obrecol, António Jorge Lda., Construções Pragosa S.A. e Teixeira Duarte S.A. atinge-se o valor de cerca de 5,5 milhões de euros por liquidar.Muitas outras entidades têm a haver da Câmara de Santarém. A Resitejo – associação de gestão do tratamento de lixos era, então, a maior credora da autarquia, com quase 2,8 milhões de euros, calculados em 31 de Dezembro último. A câmara devia também à EDP mais de 350 mil euros, cerca de 1,4 milhões euros, à ADSE e 450 mil euros ao Cnema. A dívida propaga-se por um grande número de associações, entidades e empresas – mais de 1.500 no total - em que os montantes variam entre um punhado de euros e alguns milhares.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...