uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Trezentas pessoas em risco de desemprego

Presidente da Câmara de Azambuja preocupado com situação dos trabalhadores
Edição de 26.04.2006 | Sociedade
Se a fábrica da GM de Azambuja fechar portas cerca de 300 pessoas residentes no concelho ficarão sem emprego. A situação está a preocupar o presidente da Câmara de Azambuja, que há três semanas reuniu com responsáveis do grupo que se comprometeram a colocar a autarquia ao corrente das decisões.Caso o cenário de encerramento se verifique Joaquim Ramos considera que o município atingirá “níveis preocupantes de desemprego”, tal como outros concelhos vizinhos onde residem os cerca de 1200 trabalhadores. “Há muitas situações em que marido e mulher estão empregados na Opel”, ilustra Joaquim Ramos, lembrando no entanto que a capacidade de intervenção da câmara neste tipo de situações é muito limitada.Até 2008 a produção do Opel Combo será feita em Azambuja, mas a partir desta altura a Opel fará um consulta entre as fábricas europeias para a construção do novo modelo que sucederá ao Combo. O que poderá implicar o encerramento da unidade de Azambuja.A GM, que acumula prejuízos a nível mundial, decidiu fazer um estudo de reestruturação das suas fábricas, nomeadamente na Europa, onde se insere a fábrica de Azambuja. As conclusões só serão conhecidas em Maio, mas sabe-se já que a tendência negativa da GM Europa no último trimestre inverteu-se e começou a dar resultados positivos.A Opel é o maior empregador do parque industrial de Azambuja, que na opinião de Joaquim Ramos dificilmente terá capacidade de absorver os trabalhadores da GM. Sobretudo por causa do alto nível de especialização e dos ordenadores acima da média regional e nacional.Para Joaquim Ramos este é mais um sinal do fenómeno global de deslocalização das empresas dos países chamados desenvolvidos para os novos países da comunidade europeia onde a mão-de-obra é mais barata e existe maior produtividade.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...