uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Vereador da oposição abandona executivo

Vereador da oposição abandona executivo

Rui Sardinha sai da Câmara a Golegã alegando razões políticas e profissionais

Rui Sardinha diz que nunca mais vai proferir o nome de Veiga Maltez, que acusa o vereador demissionário de lhe faltar ao respeito.

Edição de 03.05.2006 | Política
O vereador do PSD na Câmara Municipal da Golegã, Rui Sardinha, renunciou ao cargo seis meses após a tomada de posse do executivo camarário. A decisão foi anunciada durante uma conferência de imprensa realizada a 25 de Abril, na Azinhaga, e surge na sequência do clima de mau estar que se tem vindo a agudizar entre o único vereador da oposição e o presidente da câmara José Veiga Maltez (PS). Desde o início da campanha eleitoral que Rui Sardinha e Veiga Maltez são protagonistas de um braço de ferro que facilmente culmina em acusações e ataques mútuos. Uma situação que tem causado alguma tensão e mau estar no seio do executivo camarário, e que agora culmina com Rui Sardinha a abandonar o cargo de vereador da oposição.“Fomos mal recebidos na sessão de tomada de posse e, em especial, o vereador do PSD, a muito teve que se sujeitar e muito mal de outros teve que ouvir dizer, porque o objectivo era que se obrigasse a prestar vassalagem”, disse Rui Sardinha no decorrer do seu discurso.A justificação para a renúncia do vereador social–democrata surge com a referência a motivos profissionais que o obrigam a frequentes deslocações ao estrangeiro, e a uma “estratégia de actuação” por parte do PSD, com vista às próximas eleições autárquicas. No entanto, Rui Sardinha salientou ainda as dificuldades em fazer valer as convicções do PSD junto da maioria socialista: “Avançamos com uma série de propostas concretas, reunião a reunião, mas fizeram sempre questão de, egoisticamente, chumbarem todas”.Sobre o conflito com o presidente da Câmara da Golegã, Rui Sardinha foi peremptório: “Quanto a José Maltez, fica hoje, e aqui, o meu juramento em como nunca mais a tal pessoa me vou referir, ficando para sempre retirada do meu pensamento, diga o que disser e onde quiser, ficará pois a falar sozinho nas profundezas do seu lado pior”, disse durante o seu discurso.A partir da próxima segunda-feira, 1 de Maio, Carlos Vieira, natural da Azinhaga, passará a ocupar o lugar de Rui Sardinha, assumindo a representação do PSD na Câmara Municipal da Golegã.Veiga Maltez não se surpreende José Veiga Maltez, presidente da Câmara Municipal da Golegã, mostra-se indignado com a postura de Rui Sardinha, que decidiu dar a notícia da sua renúncia em primeira mão aos munícipes e jornalistas, ao invés do que são os procedimentos normais neste género de situações.“Assim como quando um ministro que quer deixar de ocupar o cargo deverá informar em primeiro lugar o primeiro–ministro, do mesmo modo, quando se trata do governo local, a informação deverá ser primeiramente dada ao presidente do executivo camarário”, defende Veiga Maltez.No entanto, o edil admite que não se mostra surpreendido com a atitude de Rui Sardinha e explica porquê: “Lamento, mas não me surpreende, já que as atitudes tomadas por Rui Sardinha neste curtíssimo espaço de tempo, em termos de mandato, não foram propriamente exemplo de correcção e respeito, assim como durante o último processo eleitoral”.Recorde-se que durante o período da campanha eleitoral, foi o próprio Rui Sardinha que deixou no ar a possibilidade de Veiga Maltez abandonar o cargo de presidente da câmara, assim que fosse eleito. Mas afinal as voltas trocaram-se e foi Rui Sardinha a deixar para trás a Câmara da Golegã.Carla Paixão
Vereador da oposição abandona executivo

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...