uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Cardeal patriarca inaugura auditório em Azambuja

Edição de 03.05.2006 | Sociedade
Um espaço de “encontro, reflexão e fruição cultural”. Foram estas as palavras usadas pelo presidente da União das Instituições Particulares de Solidariedade Social, José Carlos Batalha, para descrever o novo auditório do Centro Social e Paroquial de Azambuja, inaugurado na tarde de domingo, 30 de Abril, pelo cardeal patriarca.O auditório que foi baptizado com o nome de D. José Policarpo tem 450 lugares e um pequeno foyer servido por um bar que abre à comunidade sempre que o espaço acolhe um encontro ou seminário. O fundador do Centro Social e paroquial de Azambuja, reverendo cónego João Canilho, evocou a família Moniz da Maia que doou o terreno à igreja, permitindo que se edificasse uma obra dedicada à infância e à terceira idade.“Se para materializar coisas o dinheiro vale muito, o amor e a riqueza de coração vale muito mais”, referiu o pároco durante a inauguração do espaço, que chegou a funcionar como externato, acabando por ser extinto depois da revolução de Abril.Para o Cardeal D. José Policarpo o caso de Azambuja é um exemplo paradigmático da instituição que morre e se volta a levantar. O bispo elogiou o trabalho desenvolvido na paróquia, salientando o papel importante que as instituições particularidades de solidariedade têm na vida das comunidades. “O mesmo dinheiro nestas casas dá normalmente o dobro do fruto”, rematou D. José Policarpo.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...