uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Confessionário on line

Padre António Vicente recebe pedidos de aconselhamento pela Internet
Edição de 03.05.2006 | Sociedade
A vaca e o burro do presépio que espreitam no canto da página de um site religioso espanhol há muito que conquistaram o coração do pároco cibernauta do Entroncamento, António Vicente. São duas personagens divertidas que comentam os temas religiosos de uma forma leve e sem preconceitos num sítio virtual especialmente bem conseguido. Para António Vicente, o homem que colocou de pé um site da paróquia e um outro espaço virtual dedicado a festa da família, esta é uma área que não está ainda suficientemente explorada em Portugal. “A informação da Internet ainda só chega a um grupo restrito de pessoas. Sobretudo as mais jovens”, diz o padre que defende que um site de uma paróquia não tem necessariamente que ter um “ar beato”. António Vicente encara a rede da forma descontraída como também vê a vida. Na sua casa, frente à igreja do Entroncamento, liga o computador portátil e senta-se no sofá com o mundo à frente do ecrã. “Deus pode ser encontrado na Internet e a Igreja tem necessidade deste mar imenso de navegação. ‘A vida é o teu navio não a tua morada, vamos pois navegar’”, lê-se na mensagem do padre na página da paróquia (www.sagradafamiliaentroncamento.com) É através dos e-mails que consulta diariamente que por vezes chegam alguns pedidos de ajuda. São casais que enfrentam problemas no matrimónio, conflitos familiares ou inquietações sobre a educação dos filhos. “As pessoas sentem-se à vontade para desabafar os seus problemas com o pároco porque se sabe que a conversa fica sempre entre nós”, diz o padre que depois de receber o alerta costuma marcar uma conversa presencial. Mas o acesso à página é também uma forma de divulgar o horário de atendimento do cartório ou outras informações de agenda. Para o padre é uma excelente ferramenta de trabalho. É na rede que procura esquemas de celebrações e momentos de oração.Para o pároco a Internet potencia a aproximação dos fiéis à Igreja, mas nunca substituirá o encontro pessoal, a participação nas celebrações e o eterno silêncio do espaço da Igreja.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...