uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Hospital de Santarém melhora instalações

Hospital de Santarém melhora instalações

Novo hospital de dia de oncologia e novo serviço de sangue

Os doentes oncológicos que recorrem ao hospital de Santarém são agora tratados num novo hospital de dia com condições de segurança para os profissionais e comodidade para os doentes.

Edição de 03.05.2006 | Sociedade
O hospital distrital de Santarém apresentou na terça-feira o novo hospital de dia de Oncologia e um renovado serviço de sangue (imuno-hemoterapia). Serviços que vêm dar mais condições aos utentes e maior segurança aos profissionais. A nova unidade de Oncologia começou a ser construída em Outubro do ano passado tendo sido o Hospital de Santarém a custear as obras de 250 mil euros. As novas instalações, para além de permitirem mais comodidade aos doentes com cancro, vieram resolver uma situação de risco para a saúde dos profissionais.Até agora os técnicos preparavam os produtos usados na quimioterapia em vários serviços espalhados pelo hospital, quando o deviam fazer numa sala própria com condições especiais. Os profissionais têm agora um risco mais reduzido de lesão das células sanguíneas. Recorde-se que as lesões das células acontecem através das vias respiratórias ou pelo contacto com a pele quando os preparados (citotóxicos) são feitos sem o recurso a uma Câmara de Fluxo Laminar. Na gíria é uma caixa com um visor de vidro e uma abertura onde apenas entram as mãos, protegendo o corpo. Equipamento que já existe no hospital de dia. Anteriormente os doentes oncológicos que precisavam de tratamentos de ambulatório tinham que recorrer ao serviço de internamento situado no piso 9. “Não fazia sentido ter instalações em pleno internamento, num espaço reduzido onde tínhamos que atender muitos doentes”, sublinhou o presidente do conselho de administração do Hospital de Santarém, José Josué. O hospital de dia tem uma sala de espera com tratamento de ar, sala de preparação de quimioterapia, enfermaria com três camas para doentes acamados ou que precisam de receber tratamentos que demoram muitas horas. As novas instalações, situa-das à entrada da unidade de saúde, evitando que os doentes tenham que circular pelo interior do hospital, dispõem ainda de três gabinetes de consulta. A acompanhar as novas instalações, há também uma consulta da dor e serviço de acompanhamento psicológico aos doentes oncológicos que geralmente ficam debilitados psicologicamente com a doença. Em média o hospital consulta e trata 35 doentes com cancro por dia, durante os cinco dias úteis da semana. Os utentes que precisam de tratamento de radioterapia são encaminhados para o Hospital do Barreiro com o qual o Hospital de Santarém tem um protocolo. No mesmo dia o hospital apresentou também as novas instalações do serviço de imuno-hemoterapia (onde são feitas as recolhas benévolas de sangue). Que agora têm um espaço mais alargado, com equipamentos modernos. Em média o hospital realiza 2.800 colheitas de sangue por ano.
Hospital de Santarém melhora instalações

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...