uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Domingos Lobo lança “Lágrimas dos Vivos”

Domingos Lobo lança “Lágrimas dos Vivos”

Em Salvaterra de Magos
Edição de 10.05.2006 | Cultura e Lazer
“Lágrimas dos Vivos” é a mais recente obra do escritor ribatejano Domingos Lobo. O livro de contos, que constituiu uma estreia do autor nessa modalidade narrativa, foi apresentado a 27 de Abril no auditório da Escola Profissional de Salvaterra de Magos (EPSM).A obra, publicada pela Vega, é composta por dez contos e retrata as amarguras e as perplexidades do nosso tempo. Coube à romancista Joana Ruas a apresentação do livro. A autora de “A Pele dos Séculos” destacou a qualidade e amplitude da obra e recordou a importância temática abordada numa altura em que quotidianamente se destacam estes assuntos. Dos temas fracturantes da sociedade portuguesa, que marcam o nosso quotidiano, Domingos Lobo resolveu evidenciar a sida, a eutanásia, o 25 de Abril, o holocausto, a pedofilia, a guerra colonial, a homossexualidade, os conflitos entre casais e até as relações amorosas pós-modernas. Quase todos os contos são inéditos e aparecem pela primeira vez aos olhos dos leitores. No entanto, o texto que retrata a eutanásia, onde aparece um doente em estado terminal que não aceita a doença e suicida-se, já foi publicado, em 1975, no Diário de Notícias, numa altura em que José Saramago era director.Questionado sobre o sentimento de se ter estreado num novo género literário, o autor disse que “foi muito interessante isto ter acontecido”. Mas recordou que já tinha publicado contos para a imprensa. Contrariamente a outros escritores, cujos contos deram azo a grandes romances, o escritor ribatejano diz que não passa pelos seus planos escrever nenhum romance que tenha por base algum destes contos que agora publica. Agora que o seu novo livro está à disposição dos leitores, Domingos Lobo centra as suas atenções na sua próxima obra literária. Prestes a sair está já uma selecção poética intitulada “As Artes do Desejo”. Trata-se de uma antologia erótica e satírica do século XVIII de autores portugueses. O livro, cujo conteúdo nos lança quase sempre para o erotismo, é constituído apenas por autores do século XVIII, onde Manuel Maria Barbosa do Bocage aparece em relevo.A cerimónia de lançamento da obra, integrada nas comemorações do 25 de Abril realizadas na EPSM, contou também com a participação do Coro Municipal de Benavente e um recital de poesia protagonizado pelo próprio anfitrião e pela escritora benaventense Eugénia Edviges.Mário Gonçalves
Domingos Lobo lança “Lágrimas dos Vivos”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...