uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Morreu a poetisa Isabel Alemão

Edição de 10.05.2006 | Cultura e Lazer
Isabel da Cruz Alemão, poetisa, natural de Samora Correia, faleceu no dia 9 de Maio, vítima de doença prolongada. Isabel Alemão tinha 46 anos e deixa duas filhas, uma delas menor. A morte chegou menos de um mês depois de ter recebido a Medalha do Foral atribuída pela Junta de Freguesia de Samora Correia como reconhecimento pelo mérito do seu trabalho poético.Isabel Alemão protagonizou um dos momentos mais emotivos da noite quando homenageou os seus pais e agradeceu de forma emotiva a ajuda que os familiares e amigos lhe davam para segurar a vida.Dias depois foi internada com uma hemorragia interna e não mais recuperou. Morreu no Hospital dos Capuchos, em Lisboa.A poetisa notabilizou-se no programa Despertar à Portuguesa na Rádio Íris, escreveu um livro e participou numa antologia dos poetas do concelho de Benavente. A sua poesia abordava os afectos e as relações interpessoais que sempre valorizou.Dezenas de amigos e admiradores despediram-se de Isabel Alemão na terça-feira, 9 de Maio. O corpo foi sepultado no cemitério da sua terra Natal.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...