uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Cartaxo é campeão de juniores

Jovens cartaxeiros venceram jogo do título de nível 2 com o Riachense

O Sport Lisboa e Cartaxo é o novo campeão distrital de juniores de II nível. No jogo do título, este sábado, com o Riachense, os cartaxeiros venceram por 1-0 e garantiram o primeiro lugar.

Edição de 10.05.2006 | Desporto
Uma exibição cheia de raça e personalidade garantiu ao Sport Lisboa e Cartaxo a conquista do Campeonato Distrital de Juniores de segundo nível. A equipa da capital do vinho jogou muito consistente e venceu com justiça.Aos cartaxeiros bastava um empate para garantir a vantagem directa sobre o Riachense, a quem só interessava a vitória. Isso veio a criar alguma ansiedade à equipa de Riachos, que embora tenha lutado do princípio ao fim não conseguiu ultrapassar a excelente organização dos cartaxeiros.O jogo começou numa toada de equilíbrio, sem grandes oportunidades de golo, mas com os cartaxeiros a mostrarem-se mais operativos a meio campo e a controlarem as operações. Os riachenses, muito esforçados, nunca foram capazes de aproveitar a toada de maior contenção do SL Cartaxo e raramente importunaram a baliza adversária. Uma grande percentagem dos seus ataques acabaram por esbarrar na bem escalonada defesa dos novos campeões.O intervalo aproximava-se com o jogo emocionante mas algo monótono, até que, aos 30 minutos, Caria resolveu o jogo. Eduardo ganhou a bola na esquerda, foi à linha de fundo, cruzou para o segundo poste, onde apareceu o capitão de equipa Caria a cabecear para o golo que ditou a vitória.Um golo que silenciou a bem composta bancada do Campo Coronel Mário Cunha, na sua maioria afecta ao Riachense, mas levou ao rubro a pequena claque dos cartaxeiros. Refira-se, de resto, que nas bancadas estariam entre 300 a 350 pessoas.O Cartaxo foi para o descanso a vencer por 1-0, mas esperava-se que os jogadores visitados viessem com uma atitude mais agressiva para a segunda parte, até porque só a vitória lhes interessava.Mas não aconteceu nada disso. A partida continuou equilibrada e à medida que o tempo ia passando, os jogadores ficavam mais nervosos. Aos 73 minutos, Daiza foi expulso por acumulação de amarelos, e as coisas complicaram-se ainda mais para os riachenses.Os jogadores do Cartaxo iam controlando o jogo com alguma facilidade. Aos 78 minutos, Toni, que entrara pouco antes, sozinho ao segundo poste, também perdeu a possibilidade de fazer o segundo golo e “matar” definitivamente o jogo.Numa tentativa desesperada de chegar pelo menos à igualdade, o Riachense “caiu” em cima do Cartaxo, mas a ansiedade era muita e os novos campeões não estavam na disposição de dar facilidades e conseguiram segurar o resultado até ao final. A vitória do Sport Lisboa e Cartaxo é indiscutível mas foi facilitada pela ansiedade e intranquilidade demonstrada pela equipa do Riachense, que mostrou também grandes potencialidades.A equipa de arbitragem esteve em bom plano. Rodrigo Teles mostrou que é melhor com o apito do que com a bandeirola e controlou o jogo com alguma facilidade.O Cartaxo termina assim o campeonato de nível II em primeiro lugar, com seis pontos, seis golos marcados e nenhum sofrido. O Riachense foi segundo, com um ponto, um golo marcado e dois sofridos. O terceiro foi o União de Almeirim, que obteve um ponto, marcou um golo e sofreu seis.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...