uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Ladrão fecha empregada na casa de banho

Ladrão fecha empregada na casa de banho

GNR deteve assaltante cadastrado e Tribunal libertou-o

Uma empregada de um clube de vídeo da Povoa de Santa Iria foi sequestrada na casa de banho, mas conseguiu pedir ajuda por SMS. A GNR deteve o assaltante e o Tribunal libertou-o no dia seguinte. Na captura um guarda ficou ferido e com a farda rasgada

Edição de 10.05.2006 | Sociedade
A empregada de um clube de vídeo da Póvoa de Santa Iria foi encerrada na casa de banho, por um assaltante, na tarde de quinta-feira. A vítima de sequestro conseguiu pedir ajuda através de mensagem SMS. O assaltante, já com cadastro, foi apanhado pela GNR da Póvoa de Santa Iria depois de ter ferido um guarda. Presente a Tribunal foi libertado.A jovem vítima do assalto, contactada pelo nosso jornal, escusou-se a falar sobre o assunto. Segundo o que O MIRANTE conseguiu apurar, junto de fonte da GNR, o homem, de 27 anos, assaltou o clube de vídeo, localizado na segunda fase da Quinta da Piedade, na Povoa de Santa Iria, na tarde do dia 4 de Maio. O indivíduo terá ameaçado a jovem funcionária com uma arma branca. Apesar de não ter resistido ao assalto, a jovem foi fechada na casa de banho.A vitima conseguiu no entanto enviar uma mensagem para pessoa conhecida que, por sua vez, avisou a GNR. Quando os militares da patrulha chegaram ao local, perto do Posto da Guarda, o meliante encetou a fuga em direcção ao Bairro dos Caniços, acabando por ser detido.Um dos militares que procedeu à detenção do marginal necessitou de assistência hospitalar, devido a ferimentos sofridos durante a captura do fugitivo, além de ter ficado com a farda rasgada.Segundo a fonte contactada por O MIRANTE, o indivíduo detido fora em tempos condenado a uma pena de oito anos de prisão, dos quais só cumpriu cinco, por roubo, burla e outros crimes, encontrando-se em liberdade condicional. O detido, suspeito do crime de roubo e sequestro, reside no Forte da Casa. Presente na tarde de sexta feira ao Tribunal de Vila Franca de Xira, para efeitos de interrogatório judicial, ficou em liberdade com Termo de Identidade e Residência, a medida de coacção mínima.Na Póvoa de Santa Iria, alguns populares manifestaram ao nosso jornal o seu desagrado pela decisão do tribunal, temendo que o indivíduo venha a exercer represálias sobre a vítima.José Bernardes
Ladrão fecha empregada na casa de banho

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...