uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Uma doença silenciosa

Uma doença silenciosa

Hipertensão é um dos problemas mais preocupantes em termos de saúde pública

Santarém vai acolher sábado as comemorações do Dia Mundial da Hipertensão. No Largo do Seminário será feito um rastreio à população. E à noite, na praça de touros, haverá um concerto com Rui Veloso.

Edição de 10.05.2006 | Sociedade
Cerca de quatro milhões de portugueses com mais de 18 anos são hipertensos. Números preocupantes num país em que os hábitos alimentares e o baixo nível de prática de exercício físico aumentam o risco de contrair a doença que todos os anos é causa directa da morte de milhares de portugueses.Atenta ao desenvolver da doença, a Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH) decidiu comemorar pela primeira vez no ano passado o Dia Mundial da Hipertensão. Uma iniciativa que este ano se vai repetir, a 13 de Maio, sábado, com as actividades principais a desenvolverem-se em Santarém. O programa inclui um rastreio cardiovascular global à população, no Largo Sá da Bandeira, e um concerto com Rui Veloso na praça de touros.O rastreio, que será feito entre as 10h00 e as 19h00, está aberto a todas as pessoas. Serão avaliados a pressão arterial, o peso, a altura, o índice de massa corporal e o perímetro abdominal. Todas as medições serão feitas por médicos e enfermeiros do hospital e centro de saúde de Santarém, e alunos da escola de enfermagem. Serão ainda medidos a glicemia capilar e o colesterol.Após estarem recolhidos todos estes dados, que vão sendo registados num impresso próprio, os rastreados vão ser informados do seu risco cardiovascular. Caso o rastreado concorde, o impresso com os valores dos parâmetros analisados será enviado ao seu médico de família.Quem completar todo o percurso levará consigo um folheto com os dados recolhidos, um brinde simbólico e, caso o deseje, um bilhete para assistir, à noite, às 21h00, ao concerto com Rui Veloso.Segundo Teresa Rodrigues, membro da direcção da SPH e responsável pelo Núcleo de Hipertensão Arterial do Hospital de Santarém, a escolha de Santarém para acolher as comemorações teve a ver com dois factores. Para dar a imagem que o problema é nacional e não se limita a Lisboa e Porto e porque na cidade está a ser criada a Associação dos Hipertensos de Portugal (ver caixa).
Uma doença silenciosa

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...