uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Mata dos Sete Montes sob alçada da Cultura

Edição de 17.05.2006 | Sociedade
A Mata dos Sete Montes tem de passar para a alçada do Ministério da Cultura, defendeu junto da ministra o presidente da Câmara de Tomar. Só assim, disse António Paiva (PSD), poderá haver uma intervenção mais alargada ao património histórico/cultural daquela zona.“Eu não acredito que o Ministério do Ambiente não entregue à cultura a gestão da Mata dos Sete Montes” salientou António Paiva, justificando que neste momento o Instituto da Conservação da Natureza já tem a seu cargo a Serra D’Aire e Candeeiros e o Paul do Boquilobo.“A Mata dos Sete Montes é uma mata típica de cidade, não é do ponto de vista ambiental um ecossistema para ser gerido pelo ambiente”. O autarca disse esperar que o próximo quadro comunitário de apoio venha dar resposta, em termos de financiamento, a três questões fundamentais para a preservação do património de Tomar – as obras no interior do Convento de Cristo, a requalificação da Mata dos Sete Montes e a recuperação da zona envolvente ao monumento, esta da responsabilidade do município.António Paiva tem agendada uma reunião com os responsáveis do IPPAR esta semana para apresentar este projecto e espera ter uma resposta positiva por parte do organismo estatal. “O investimento que terá de ali ser feito, para pôr a mata como deve ser não é barato, deve rondar um milhão de euros”, ressalvou o presidente.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...