uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Ministra da Cultura quer valorizar Casa Museu dos Patudos

Ministra da Cultura quer valorizar Casa Museu dos Patudos

Imóvel pode ser incluído na rede nacional de museus e integrar comemorações da República

A ministra da Cultura quer entender-se com a Câmara de Alpiarça visando a valorização da Casa Museu dos Patudos.

Edição de 17.05.2006 | Sociedade
A Casa Museu dos Patudos, em Alpiarça, pode vir a integrar a rede nacional de museus. Essa é pelo menos a intenção da ministra da Cultura, Isabel Pires de Lima, que no dia 11 visitou a antiga residência do republicano José Relvas, deixada em testamento à Câmara de Alpiarça.Este é um dos temas que a ministra quer discutir com o município com vista a avançar com projectos de valorização do imóvel. Nesse âmbito está também a inclusão do museu nas comemorações da implantação da República (5 de Outubro de 1910). Cujo programa está a ser preparado, segundo anunciou Isabel Pires de Lima.“Faz todo o sentido que este espaço seja incluído nas comemorações da República”, sublinhou Isabel Pires de Lima após percorrer os vários espaços da casa abertos ao público. No entender da ministra, “seria importante nas comemorações apresentar a casa como um espaço de leitura do quotidiano e da mentalidade da época”. Recorde-se que foi José Relvas quem proclamou a República da varanda dos paços do concelho de Lisboa.A colaboração do Ministério da Cultura deverá estender-se ainda a apoios para obras de beneficiação. Uma das prioridades é a reparação de alguns tectos e paredes que apresentam sinais de degradação provocados por infiltrações antigas, antes do telhado ter sido recuperado. O director do museu de Alpiarça, José António Falcão, que guiou a ministra pelas várias salas da casa, para além de chamar atenção para algumas obras de arte apontou vários problemas. Um deles prende-se com as condições ambientais para protecção, por exemplo, das pinturas. “As condições são preocupantes por causa dos Invernos muito frios e húmidos”, explicou. Outra situação que necessita de ser melhorada é a iluminação que nalguns pontos é deficiente. “A nossa preocupação neste momento é criar condições para os visitantes”, reforçou José António Falcão.No final da vista Isabel Pires de Lima disponibilizou-se para estudar formas de intervenção na Casa Museu dos Patudos que, realçou, “parecem prementes e justificadas”.Reconheceu também que não tinha “consciência do valor patrimonial da casa. “Não tinha noção que tem a mais importante colecção de tapetes de Arraiolos”, realçou.
Ministra da Cultura quer valorizar Casa Museu dos Patudos

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...