uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
António Ribeiro Telles triunfa na reabertura do Campo Pequeno

António Ribeiro Telles triunfa na reabertura do Campo Pequeno

Toiros e emoção voltaram à emblemática praça de touros de Lisboa
Edição de 24.05.2006 | Cultura e Lazer
António Ribeiro Telles foi o grande triunfador da corrida de toiros realizada no dia 18 de Maio que marcou o regresso da festa brava à remodelada e carismática Praça de Touros do Campo Pequeno, em Lisboa. O cavaleiro de Coruche alternou com João Moura e Rui Fernandes, daí ser um triunfo para recordar.Os toiros da ganadaria Vinhas, todos com cinco anos de idade, peso e bem apresentados tiveram comportamentos razoáveis, mas a classe dos cavaleiros soube tornear algumas dificuldades e oferecer uma boa e animada noite aos cerca de sete mil espectadores que lotaram as bancadas do redondel lisboeta.António Telles, que foi eleito pelos jornalistas de O MIRANTE como a figura da tauromaquia no ano de 2005, parece estar apostado em fazer ainda melhor em 2006. Foi uma noite muito especial para ele e para a sua família, pois fazia nesse dia 48 anos que o seu pai, mestre David Ribeiro Telles, tomou a alternativa de cavaleiro tauromáquico, precisamente no Campo Pequeno.Num alarde de confiança, António Telles optou por receber os dois toiros que lidou, com emocionantes sortes de gaiola, que desde logo lhe colocaram a maioria do público na mão. Depois bregou com sabedoria e no primeiro colocou a ferragem com grande precisão. No segundo esteve ainda melhor, esforçou-se e conseguiu um triunfo extraordinário, colocando dois ferros à tira, onde soube conjugar a velocidade do touro e do cavalo com grande mestria. A finalizar a lide, António Telles conseguiu em sites que o levaram a terrenos do toiro, colocar dois ferros curtos, que levaram os espectadores a aplaudi-lo de pé, fechando com chave de ouro uma noite para recordar.João Moura esteve muito bem no primeiro toiro da noite, bregando com mestria e colocando dois ferros compridos e três curtos de classe. No segundo não conseguiu entender o animal e teve dificuldades em brilhar. Nem sequer saiu à arena para receber os aplausos do público no final da lide.Rui Fernandes tem um toureio alegre. Tentou puxar pelo público e conseguiu-o durante a maior parte da sua lide, mas teve uma noite menos exuberante do que o normal. Contribuiu para a beleza do espectáculo embora não conseguindo o triunfo que também ele desejava.Nas pegas de caras, os triunfadores foram os Forcados Amadores de Santarém, que pegaram os seus dois toiros à primeira tentativa. Diogo Sepúlveda teve mais facilidades. Pedro Grave pegou o quarto toiro da noite e fez uma pega cheia de técnica e garra. Os Amadores de Lisboa também estiveram muito bem. O veterano cabo do grupo, Adelino Gomes, brilhou numa pega de excelente qualidade, no terceiro toiro da noite, e o seu filho pegou bem o último. Os Amadores de Montemor estiveram menos bem, principalmente porque só conseguiram pegar o segundo toiro da noite à terceira tentativa.
António Ribeiro Telles triunfa na reabertura do Campo Pequeno

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...