uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Disfunções sociais retiraram Sandra aos pais

Edição de 24.05.2006 | Desporto
Sandra S. tem 17 anos. Foi uma das jovens que integrou a equipa do Lar das Raparigas de Torres Novas, a única totalmente feminina que participou no campeonato. Aceitou falar para a reportagem de O MIRANTE da sua vida no lar e da participação na prova.“Estou no lar desde os três anos porque os meus pais biológicos não tinham condições para me criar. Passei por algumas fases difíceis mas agora estou feliz. Estudo, estou no décimo primeiro ano, e ambiciono ir para a faculdade”, atirou de uma assentada, mostrando um pouco da felicidade que encontra actualmente com as pessoas que a acompanham na instituição, e que em alguns momentos da sua vida esteve ausente.A jovem sabe que um dia vai ter que sair do lar, e tem uma ambição muito grande, que é a de conseguir mostrar à sua família biológica, que conseguiu encontrar tudo aquilo que ela nunca lhe conseguiu dar, e sobretudo ser feliz.Sandra garante que foi com as suas companheiras para este torneio de futebol de rua, sobretudo para conviver. “Gosto muito de conviver e de praticar desporto. É com muita satisfação que aqui estou. Não estou aqui para ganhar, mas apenas com a alegria de conviver com outros jovens com problemas como os que eu tive”, garantiu.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...