uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Futebol contra a exclusão social

Campeonato Distrital de Futebol de Rua de Santarém juntou mais de duas centenas de participantes

Mais de duas centenas de jovens de ambos os sexos que se encontram integrados em projectos sociais ou a ser acompanhados por instituições de âmbito social participaram no sábado no Campeonato Distrital de Futebol de Rua de Santarém, que se realizou em Ferreira do Zêzere. O objectivo deste campeonato é o combate à pobreza e exclusão social.

Edição de 24.05.2006 | Desporto
A equipa do Projecto Rosto, da Academia Torrejana, de Torres Novas, foi a vencedora do primeiro Campeonato Distrital de Futebol de Rua, promovido conjuntamente pela Associação CAIS, de apoio a toxicodependentes, pelo Governo Civil de Santarém e pela Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere, que se disputou no sábado, dia 20, em Ferreira do Zêzere.O futebol de rua é uma competição de futebol inclusivo, que promove a prática desportiva como estratégia inovadora de intervenção social, no combate à pobreza e exclusão social. Segundo o director do projecto, Paulo Marques, “é um sucesso comprovado em todo o mundo, porque ajudou a colocar a luta contra a pobreza e exclusão social no centro das atenções do poder político, da população em geral e dos média”.E na verdade foi possível verificar, no sábado, a importância deste projecto, no desenvolvimento do convívio entre homens e mulheres vítimas de problemas graves de exclusão.O Campeonato Distrital de Futebol de Rua de Santarém contou com mais de duas centenas de participantes, distribuídos por 16 equipas, formadas por jovens de ambos os sexos que se encontram integrados em projectos sociais ou a ser acompanhados por instituições de âmbito social. “Situação que constituiu um recorde de participação numa primeira edição. Por isso o distrito de Santarém está de parabéns”, afirmou Paulo Marques.Durante todo o dia todos estes jovens confraternizaram e conviveram de uma forma sã, e sentiram-se ainda mais acompanhados e muito menos marginalizados. “É sempre bonito de ver a solidariedade que existe nestas pessoas, independente da sua idade e dos seus problemas”, referiu o director do projecto.Nestes campeonatos distritais não há classificações. A equipa vencedora, neste caso a do Projecto Rosto da Academia Torrejana, fica automaticamente apurada para participar no Campeonato Nacional de Futebol de Rua, que este ano se disputa em Abrantes, nos dias 3 e 4 de Junho.Mas para além do troféu atribuído à equipa vencedora, foram também entregues, o troféu classe à equipa da Comunidade Vida e Paz e troféu fair play ao Colégio Dr. Carlos Azevedo Mendes, mais conhecido pelo Lar das Raparigas de Torres Novas, que apresentou a única equipa totalmente feminina que participou na prova.Do Campeonato Nacional de Futebol de Rua vão sair os jogadores para a Selecção Nacional de Futebol de Rua. Recorde-se que este tipo de desporto iniciou-se em 2004 e é organizado pela Associação Cais, com o apoio da Secretaria de Estado da Juventude e do DesportoApesar das questões técnicas terem por base as leis internacionais do futebol há adaptações. As equipas são mistas e têm jogadores de diversas faixas etárias, cada equipa tem quatro jogadores e até seis suplentes, a equipa técnica é formada por um técnico social e um desportivo. Cada jogo é dividido em duas partes de sete minutos.O Futebol de Rua é uma prática desportiva de intervenção social que visa o combate à pobreza e exclusão social. Tendo alcançado sucesso em todo o mundo, deu os primeiros passos em Portugal com a participação de uma selecção portuguesa no “mundial” de 2004, em Gotemburgo (Suécia), onde se classificou no segundo lugar.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...